Mudança climática faz chover e florescer no deserto do Atacama

Até então, o deserto do Chile era o lugar mais árido do planeta

por Correio Braziliense 05/09/2017 17:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Correio Braziliense/Reprodução
Há anos a paisagem do árido deserto do Atacama, no Chile, não era alterada devido ao excesso de chuvas (foto: YouTube/Correio Braziliense/Reprodução)
Um deserto coberto de flores, que parece até sonho. As responsáveis foram as fortes chuvas que caíram nos últimos meses no norte do Chile e modificaram o habitual ocre do deserto do Atacama – que ocupa uma área de mais de 100 mil km². A aridez deu lugar a uma explosão de vegetação e cores.

A mudança climática está contribuindo para que o "deserto florido", como está sendo chamado pelos chilenos, seja um fenômeno cada vez mais frequente. Mais de 200 espécies de flores ficam escondidas debaixo da terra seca durante anos e emergem quando a chuva cai.

O espetáculo no deserto mais árido do mundo começa ao norte de La Serena, a cerca de 500 km de Santiago e se estende ao longo de 1,6 mil km até as fronteiras com o Peru e a Bolívia.

Confira, abaixo, a um vídeo com as belas flores do deserto:


(com Agência France Presse)

Últimas notícias

Comentários