Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Sabia que a drenagem linfática ajuda no pós-operatório?

A massagem é ótima para drenar os líquidos que ficam retidos depois da cirurgia


postado em 01/09/2017 15:06

O pós-operatório é um período delicado e que exige diversos cuidados por parte do paciente. Além de seguir todas as recomendações médicas para uma recuperação satisfatória, existem procedimentos estéticos que podem ajudar na recuperação de alguns tipos de cirurgia.

Segundo fisioterapeuta dermato-funcional Ingrid Peres, da clínica Onodera Estética, existem alguns tipos de cirurgias que, por conta de necessidades médicas, demandam a indicação de tratamentos estéticos que ajudam a promover a correta cicatrização e a acomodação dos tecidos.

Um dos melhores procedimentos para o pós-operatório, na opinião da especialista, é a drenagem linfática, massagem específica realizada a partir de movimentos leves e lentos que direcionam e melhoram o fluxo dos vasos linfáticos. "Após um procedimento cirúrgico, o paciente normalmente retém uma quantidade de líquido maior do que o corpo consegue drenar e, por isso, a drenagem linfática é necessária a fim de reduzir a retenção hídrica, melhorar a circulação sanguínea e até mesmo aliviar as dores. O procedimento também auxilia na remoção de hematomas, redução de fibrose, além de acelerar o processo de cicatrização e recuperação, aumentando a hidratação e nutrição celular", comenta Ingrid Peres.

A fisioterapeuta lembra que a drenagem deve ser feita por profissionais devidamente treinados e habilitados. Ela recomendada 10 sessões de drenagem, com frequência de duas a três vezes por semana e duração de 60 minutos. "É importante ressaltar que, para realizar o procedimento, é imprescindível a autorização do médico", diz a especialista.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade