Cristiano Ronaldo é o atleta mais bem pago do Instagram

Uma publicação patrocinada do craque do Real Madrid pode render mais de R$ 1 milhão

por Encontro Digital 30/11/2017 16:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/cristiano/Reprodução
Esta fotografia do craque português Cristiano Ronaldo, publicada na conta oficial dele no Instagram, é a imagem mais curtida da rede social, com mais de 11 milhões de interações (foto: Instagram/cristiano/Reprodução)
Você sabe quem é o atleta que mais fatura com publicações no Instagram? Recebendo 308 mil libras por post patrocinado, ou cerca de R$ 1,359 milhão, o craque português Cristiano Ronaldo, o CR7, que joga no Real Madrid, da Espanha, lidera a lista dos esportistas mais poderosos da rede social de imagens e fica em terceiro lugar entre as celebridades mundiais.

De acordo com o tabloide Daily Mirror, do Reino Unido, o jogador português, eleito o melhor futebolista do ano pela Fifa, conta com nada menos que 116 milhões de seguidores no Instagram. Ele só perde para a cantora americana Selena Gomez e para a socialite Kim Kardashian, que faturam 424 mil libras e 385 mil libras, respectivamente, com cada publicação patrocinada.

Além de ser o atleta mais rico e mais popular da rede social, o atacante do Real Madrid também domina os corações dos usuários da ferramenta online. Segundo outro levantamento recente, nove em cada 10 fotografias mais curtidas do Instagram pertencem ao CR7. O único esportista que "concorre" com a fama do português é o craque brasileiro Neymar, que fica em quarto lugar na lista das imagens mais curtidas.

Só uma imagem do Cristiano Ronaldo, em que aparece ao lado da mulher e do filho, no hospital, na época do nascimento de sua filha Alana, já conta com mais de 11 milhões de curtidas. A título de comparação, a foto mais popular de Neymar, na qual ele aparece vestido de Coringa, em preparação para uma festa de Halloween deste ano, possui 6,5 milhões de curtidas.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários