Entenda o abscesso dentário, que pode ter matado o cantor Ricardo Bueno, ex-Dominó

Ele foi vítima de uma infecção bacteriana, igual à que afetou a modelo Renata Banhara

por Da redação com assessorias 24/11/2017 13:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Ricardo Bueno/Reprodução
O músico Ricardo Bueno, ex-integrante da banda Dominó, que ficou famosa com o apresentador Rodrigo Faro, morreu vítima de uma infecção causada por bactérias da boca (foto: Facebook/Ricardo Bueno/Reprodução)
No dia 16 de novembro, o músico Ricardo Bueno acabou falecendo em São Paulo, devido a uma infecção generalizada causada por um absesso dentário. Ele era ex-integrante do grupo Dominó, que contava também, na formação de 1995, com Rodrigo Phavanello, Héber Albêncio e Valmir – o apresentador Rodrigo Faro já havia saído, nessa época. O cantor, que desde a década de 1990 se apresentava em bares e pequenos eventos, acabou sendo vítima do mesmo problema que quase vitimou a modelo Renata Banhara, em abril deste ano.

A doença que tirou a vida de Ricardo é caracterizada por uma infecção bacteriana, que pode ser consequência de cáries não tratadas, falta de manutenção de restaurações antigas ou lesões nos dentes. Os primeiros sintomas do abscesso são: mau hálito, febre e mal-estar, podendo também haver inchaço no pescoço e dor no maxilar. Apesar do risco de consequências graves, como paralisias e até óbito, a prevenção é muito simples. Basta manter bons hábitos de higiene e cuidados com a saúde bucal.

"É importante escovar os dentes ao menos três vezes ao dia, fazer uma manutenção no dentista com limpeza e flúor com frequência e radiografias periódicas a cada quatro ou seis meses, dependendo da necessidade de cada paciente", explica o dentista Guilherme Rocha, da Clínica Royal Odontologia, de SP.

O caso da Renata Banhara também tem a ver com abscesso dentário. Após um dente infeccionado não receber o tratamento adequado, seis anos depois a modelo sofreu com a infecção, que se alastrou pelo maxilar. Ela precisou remover parte do osso da mandíbula, comprometendo os movimentos faciais.

Esses exemplos mostram porque é fundamental procurar profissionais qualificados e bem preparados para tratar qualquer problema odontológico.

Últimas notícias

Comentários