De olho no céu: chuva de estrelas estará visível na madrugada de quinta, dia 14 de dezembro

As geminídeas terão seu ápice por volta das 2h da manhã de quinta-feira

por Correio Braziliense 13/12/2017 11:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Na madrugada de quarta, dia 13 de dezembro, para quinta (14), teremos mais uma chuva de estrelas, as geminídeas. Ela poderá ser vista a olho nu de qualquer lugar da Terra. Esta chuva de meteoros é resultado da passagem do asteroide Faetonte. O fenômeno já está acontecendo no céu do hemisfério sul, mas o ápice será entre 1h e 2h da manhã de quinta.

Os moradores das regiões norte e nordeste do Brasil terão uma visão provilegiada, mais do que aquelas que estiverem nas regiões sudeste, sul e centro-oeste. Essa é a última e mais intensa chuva de meteoros do ano. Desta vez, poderão ser vistos cerca de 120 estrelas cadentes por hora. Número bem maior do que o das chuvas de meteoros anteriores, que alcançaram o pico de 20 a 100 astros por hora.

As geminídeas são um evento anual e recebem este nome pois o ponto de partida dos meteoros é a constelação de Gêmeos. As estrelas cadentes visíveis neste evento são do tamanho de um grão de feijão, chegam a alcançar a velocidade de 120 km/h ao alcançarem nossa atmosfera. Elas não representam nenhum risco ao planeta Terra. Trata-se apenas de mais um belo espetáculo astronômico.

Últimas notícias

Comentários