Nasa encontra sistema solar parecido com o nosso

O Kepler 90 possui oito planetas e sua estrela é 30% maior do que nosso Sol

por Encontro Digital 15/12/2017 10:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Mais um achado importante foi divulgado pela Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) na quinta, dia 14 de dezembro. Segundo a Nasa, seus astrônomos encontraram um sistema solar que possui oito planetas orbitando uma estrela. A descoberta foi intitulada de Kepler 90 – o nome foi dado em homenagem ao telescópio espacial Kepler, que foi usado pelos cientistas.

O novo sistema solar é composto pela estrela Kepler 90, que é mais potente que nosso Sol e está localizado a 2,5 mil anos-luz do Terra, na direção da constelação de Dragão. Curiosamente, as órbitas dos planetas que compõem esse sistema são parecidas com as de Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

"Era como esperávamos: muitas descobertas emocionantes nos aguardam com o telescópio Kepler. Elas estão apenas aguardando pela ferramenta ou pela tecnologia certa para desvendá-las. Essa descoberta mostra que nossos dados servirão para pesquisadores inovadores nos próximos anos", informa Paul Hertz, diretor da divisão de Astrofísica da Nasa, em Washington, em comunicado à imprensa.

Dos oito exoplanetas descobertos no sistema solar, sete já tinham a existência reconhecida pelos astrônomos, e o oitavo, intitulado Kepler 90i, foi encontrado recentemente, graças à uma nova ferramenta de inteligência artificial, criada pela Nasa para ler os dados obtidos pelos telescópios espaciais.

Com a ajuda do Google, os cientistas Christopher Shallue e Andrew Vanderburg, vinculados à Nasa, foram capazes de "treinar" uma espécie de "robô" digital para que aprendesse a identificar possíveis exoplanetas capturados pelas lentes do telescópio Kepler – os objetos são reconhecidos em meio às diferentes frequênis das luz existentes no Universo.

Vida

Além de ser 30% maior do que a Terra, o oitavo planeta descoberto no sistema Kepler 90, segundo os cientistas da Nasa, não possui capacidade de abrigar vida. Eles exlicam que ele está tão próximo da estrela na qual orbita que a temperatura de sua superfície deve ser sempre superior a 425º C. Para se ter uma ideia, nosso "vizinho" Mercúrio, o mais perto do Sol, chega a registrar 169,35º C.

"O sistema Kepler 90 é como uma miniatura do nosso próprio Sistema Solar. Há planetas pequenos, próximos da estrela, e outros maiores, mais afastados. A diferença é que eles estão muito mais próximos uns dos outros", comenta Andrew Vanderburg, no artigo de divulgação do novo planeta.

Últimas notícias

Comentários