Anvisa alerta sobre lotes falsos de remédio contra câncer

Foram detectados problemas em 11 lotes do Sutent (malato de sunitinibe)

por Encontro Digital 06/03/2018 13:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pfizer/Divulgação
(foto: Pfizer/Divulgação)
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em resolução publicada na segunda-feira, dia 5 de março, no Diário Oficial da União (DOU), alerta sobre a falsificação de vários lotes de um medicamento usado no tratamento de câncer. Conforme a Anvisa, estão proibidos de serem comercializados 11 lotes falsos do remédio oncológico Sutent (malato de sunitinibe), vendido em embalagem com 28 cápsulas de 50 mg. O grave e criminoso problema foi identificado nos lotes 746EE, 747EE, 748EE, 190EE, 045AA, 191EE, 189EE, 985EE, 986EE, 987EE e 749EE.

A denúncia sobre a fraude foi levada à Anvisa pelo próprio fabricante do produto, o laboratório Pfizer. A Resolução 512, de 2018, da Anvisa, publicada na segunda (5), determina que sejam apreendidos e inutilizados todos os lotes falsificados.

Para quem não sabe, o medicamento Sutent é comercializado em diferentes dosagens, em forma de cápsulas, contendo 12,5 mg, 25 mg ou 50 mg, em embalagens com 28 comprimidos. A fraude foi detectada pela Pfizer apenas nos produtos de 50 mg.

Vale dizer que o malato de sunitinibe é indicado no tratamento de um tipo de câncer gastrintestinal, o tumor estromal gastrintestinal, para câncer metastático de células renais avançado e no combate aos tumores neuroendócrinos pancreáticos não ressecáveis.

(com Ascom da Anvisa)

Últimas notícias

Comentários