Publicidade

Estado de Minas DICAS

Vai casar? Confira os prós e os contras de cada mês do ano

Sabia que maio não é mais o chamado 'mês das noivas'?


postado em 05/03/2018 09:18 / atualizado em 05/03/2018 09:52

Você está pensando em casar? Já escolheu o mês ideal? Sabia que essa escolha deve levar em conta alguns fatores, como clima, especialmente a incidência de chuvas, e a maior ou menor procura? Por isso, ao organizar um casamento, é importante também estar atento aos prós e contras de cada mês, antes de fechar todos os detalhes da festa e da cerimônia, inclusive a data.

Para facilitar a escolha, a especialista em casamentos Betta Lima, de São Paulo, mostra as principais vantagens e desvantagens de cada mês do ano para os "pombinhos". Ela lembra que é preciso estar atento aos feriados, principalmente os prolongados, que, além de aumentar o custo da lua-de-mel, por exemplo, pode fazer com que muitos convidados tenham alguma viagem programada para a data.

"Outro ponto importante é alinhar o mês da cerimônia ou da festa com a lua-de-mel, para definir um local que seja desejado pelo casal. Por exemplo, se gostam de praia optem pelos meses mais quentes. Se o destino for internacional, lembre-se de verificar qual a estação do ano no país que deseja ir. Procure planejar tudo com antecedência, para que consiga reservar o local que deseja e evitar transtornos na organização do grande dia", comenta a especialista.

Abaixo, os prós e os contras para cada mês do ano, segundo Betta Lima:

Janeiro

  • Prós: geralmente, é um mês em que a procura é menor. Portanto, pode ser mais fácil encontrar uma data disponível no local que deseja e também facilita a negociação de valores, justamente por ter queda na procura. Inclusive, existem fornecedores que oferecem promoções em janeiro. Para o cardápio, abre a possibilidade de oferecer um buffet especial com comidas mais leves e coquetéis variados

  • Contras: Por ser Verão, o calor em excesso pode ser um incômodo para algumas pessoas, tanto para os noivos como para os convidados. Nesta época, de alta temporada, os custos das viagens de lua-de-mel também sobem muito. E, ainda, por ser um mês de férias, alguns convidados podem estar viajando e não comparecer

Fevereiro

  • Prós: mês de muitas flores, principalmente as tropicais com aromas agradáveis. E também não possui muita procura

  • Contras: é o período do Carnaval, e muitas pessoas já possuem viagens programadas para essa data. Isso pode ser um problema para ajustar o dia em que todos os convidados possam estar presentes

Março

  • Prós: o calor começa a dar uma trégua, então, já é mais indicado optar por casamentos ao ar livre. Além disso, a alta temporada chega ao fim e as viagens começam a ficar com preços mais atraentes, o que ajuda na programação da lua-de-mel

  • Contras: mas é preciso estar atento às chuvas, as 'águas de março' também chegam para fechar o Verão. A busca por uma data em que há menos incidência de chuvas é grande, o que demanda um agendamento com antecedência

Abril

  • Prós: neste mês, as temperaturas mais amenas são um grande atrativo e permitem um leque maior de possibilidades, principalmente para escolha do local, aberto ou fechado. Abril tem sido muito requisitado pelos noivos

  • Contras: as datas começam a ficar mais disputadas e os preços de flores e decoração também tendem a subir

Maio

  • Prós: esse já não é mais o mês preferido das noivas, portanto, a possibilidade de datas disponíveis é maior. De acordo com o Ibge, agora, maio ocupa o 6º lugar no ranking dos meses mais procurados. Pode ser uma ótima opção, para não sofrer tanto com a falta de disponibilidade de datas

  • Contras: os preços já estão mais altos, principalmente das flores, por causa do dia das mães. O casamento pode sair mais caro do que em outros meses

Junho

  • Prós: a temperatura cai e o friozinho pode ser um ótimo aliado, principalmente dos noivos, que devem usar roupas formais. Além disso, é o mês das tulipas. Elas são ótimas aliadas da decoração e conferem um ar de sofisticação

  • Contras: aqui o ideal é escolher ambientes fechados, pois, à noite, a temperatura fica mais fria. Se os noivos têm o sonho de casar ao ar livre, é melhor ter cuidado e pensar bem antes de optar por junho. Ou, se tiver que ser neste mês, é recomendável alugar aquecedores, o que acarreta no aumento dos gastos. Por ser mês de dia dos namorados, as flores também ficam mais caras

Julho

  • Prós: em julho chega a época dos lírios, flores delicadas e que imprimem ar de sofisticação ao ambiente. O frio, característico do mês, permite oferecer um delicioso cardápio de pratos quentes, para ajudar a aquecer

  • Contras: mês de férias e os convidados que têm filhos podem ter programado alguma viagem com os pequenos, o que pode ocasionar um desfalque na lista

Agosto

  • Prós: muitos noivos ainda têm a superstição de que agosto é o mês do desgosto e, por conta disso, riscam de sua lista essa opção com medo do azar. Para quem não é supersticioso, é uma ótima opção para negociar uma data. Agosto tem menos chuva e a temperatura mais agradável, portanto, é uma boa pedida

  • Contras: a própria superstição em relação ao mês é um contra, pois pode acarretar uma situação de estresse para a noiva, caso não consiga outra data e tenha que ficar com agosto

Setembro

  • Prós: sem dúvidas, se tornou o "novo maio", mês queridinho dos noivos e está entre os mais concorridos para realização de casamentos. A época das chuvas dá uma trégua e, além disso, marca o início da primavera. A estação das flores é realmente uma ótima opção, por conta da variedade de ornamentos

  • Contras: a alta procura, principalmente para cerimônias em locais abertos, pode ser um problema no momento de definir a data

Outubro

  • Prós: o auge da primavera permite aos noivos escolher entre uma ampla variedade de flores, disponíveis nesta época. Não há risco de chuvas frequentes e as temperaturas são mais amenas. Além disso, na segunda quinzena se inicia o horário de Verão, que favorece as cerimônias em locais abertos

  • Contras: por conta dos benefícios, o mês de outubro é muito concorrido. Com isso, pode ser mais difícil conseguir alguma data disponível e os custos podem estar inflacionados

Novembro

  • Prós: com a primeira parcela do 13º em mãos, os noivos ganham uma ajudinha extra para equilibrar as contas e garantir uma verba a mais para os preparativos. A continuidade do horário de Verão ainda é uma vantagem para os casamentos ao ar livre. É o mês das lavandas, que favorecem a decoração

  • Contras: mês de calor e volta das chuvas. É preciso estar atento e se prevenir, providenciando coberturas para o local da festa ou da cerimônia

Dezembro

  • Prós: este é o mês campeão de procura. Já possui um clima festivo, por conta das festas de fim de ano. A segunda parcela do 13º caiu na conta e os noivos têm uma verba maior para investir no evento. Dessa forma, é possível ampliar as opções e oferecer uma festa mais requintada, com a possibilidade de maior número de convidados, se for o desejo dos noivos

  • Contras: por conta da grande procura, pode ser difícil conseguir uma data disponível. Apesar do dinheiro a mais na conta, por conta do 13º, as viagens ficam muito mais caras, devido à alta temporada. Existe ainda a alta incidência de chuvas

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade