Publicidade

Estado de Minas BRASIL

Maioria dos brasileiros teme a febre amarela

Doença que causou surtos no país é temida por 64% das pessoas, segundo pesquisa


postado em 06/04/2018 14:22 / atualizado em 06/04/2018 14:35

Entre as doenças que mais amedrontam os brasileiros, atualmente, a febre amarela está, com certeza, entre as principais. Prova disso é que uma pesquisa realizada pelo instituto Ipsos mostra que 64% dos brasileiros estão muito preocupados com surtos de febre amarela. Três em cada 10 entrevistados declararam que tomaram a vacina contra essa moléstia, transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes, nas áreas rurais – índice de imunização é maior no sudeste (45%) e entre a população com maior escolaridade (37%).

O levantamento revela que a maioria dos brasileiros está mais preocupada com a febre amarela do que com a dengue (16%) e a zika (14%), por exemplo. O sudeste (73%), que concentra o maior número de casos, está mais apreensivo do que as demais regiões: centro-oeste (70%), nordeste (63%), norte (53%) e sul (47%).

O temor por essa arbovirose não se dá á toa. Ela pode atacar o fígado, os rins, o coração e o sistema de coagulação, e traz sintomas como febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações. Em alguns casos, a doença evolui e passa a apresentar sintomas semelhantes aos da hepatite, como olhos amarelos, urina escura e uma forte debilidade orgânica.

A pesquisa do Ipsos entrevistou presencialmente 1,2 mil pessoas em 72 cidades do Brasil entre os dias 1º e 16 de fevereiro. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade