A saúde dos dentes é um reflexo do que comemos

Alguns alimentos ajudam a equilibrar o pH da boca e a reduzir doenças como cárie

por Da redação com assessorias 24/05/2018 14:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Nem todos sabem, mas a nossa saúde bucal pode ser um reflexo do que comemos e da condição do organismo. Sempre que um alimento é colocado na boca, as bactérias se multiplicam e podem causam a famosa cárie nos dentes. Alimentos açucarados são inimigos de um sorriso saudável, por outro lado, existem aqueles que são excelentes para a saúde dental.

"Nozes e castanhas, como a do Pará, agem equilibrando a flora bucal, impedindo que bactérias ruins se proliferem. Podemos contar, ainda, com os alimentos 'limpadores', como maçã, pera e cenoura. Por serem resistentes à mastigação, eles têm uma ação mecânica que ajuda a eliminar resíduos de outros alimentos que ficam aderidos aos dentes. Além disso, estimulam um maior fluxo salivar", explica a dentista Maria Paula Borghi.

Para quem gosta de vinho, a boa notícia é que a uva é uma aliada dos dentes, pois previne as cáries – é preciso higienizar a boca após o consumo para evitar manchas no esmalte dentário. A bebida também pode ser acompanhada de queijos, que são ricos em cálcio e fósforo, que equilibram o pH bucal.

Abaixo, a dentista cita alguns alimentos que contribuem para o fortalecimento dos dentes e para a saúde bucal:

Queijo, leite e iogurte
Além de serem ricos em cálcio e fósforo, substâncias importantes para o fortalecimento dos dentes, os queijos possuem caseína, proteína com ação reparadora do esmalte dentário. Eles ainda aumentam a salivação, neutralizando o pH da boca e diminuindo a acidez, criando um local menos favorável para a proliferação das bactérias. O leite e o iogurte são ricos em cálcio e fosfato, substâncias que intensificam a remineralização dos dentes, tornando-os mais fortes e resistentes. Estes alimentos também elevam o pH da boca. O cálcio, quando consumido ao longo dos anos, desde a infância, mantém a densidade dos ossos do esqueleto, enquanto o corpo está em crescimento. Após o aparecimento dos dentes permanentes, o cálcio continua a prevenir a cárie dentária, mantendo o esmalte forte. O iogurte, além de ser um ótimo complemento para uma dieta saudável, é bom para a gengiva. Os probióticos (microrganismos vivos) encontrados nesse alimento podem ajudar a retardar o crescimento de bactérias e, consequentemente, reduzir a placa bacteriana. "Outro benefício do iogurte é o combate ao mau hálito. De acordo com uma pesquisa realizada no Japão, a ingestão desse produto reduziu os níveis de gás sulfídrico, uma das principais causas do mau hálito, em 80% dos voluntários", comenta Maria Paula Borghi.

Morango, maçã e pera
O morango, além de saboroso, é um grande aliado para quem quer ostentar um belo sorriso, pois é rico em vitamina C, que combate o acúmulo de placa bacteriana, e em ácido málico, que tem efeito adstringente e previne as manchas amareladas. A maçã, um alimento fibroso, auxilia na limpeza a cada mordida e ainda estimula o fluxo de saliva, que neutraliza o pH da boca, prevenindo cáries e doenças na gengiva. As fibras da pera também contribuem para a saúde bucal.

Goma de mascar com xilitol
Os chicletes sem açúcar são recomendados. Os dentistas indicam que eles sejam mascados entre 15 e 20 minutos após as refeições. Essas gomas são adoçadas com xilitol, um tipo de açúcar que as bactérias existentes na boca não conseguem metabolizar. Mascá-las por cerca de 20 minutos aumenta o pH da saliva em mais de cinco vezes.

Nozes e castanhas
Os óleos contidos nas castanhas ajudam a criar uma película sobre os dentes, que dificulta o acúmulo de bactérias e, consequentemente, a formação da placa bacteriana e das cáries. Elas também agem no equilíbrio da flora bucal, impedindo que bactérias ruins se proliferem.

Espinafre, pepino, brócolis e cenoura
Rico em fibras, o espinafre proporciona a limpeza natural dos dentes e aumenta o fluxo de saliva. Outro benefício do vegetal é o ácido oxálico, que auxilia na absorção do cálcio, importante para o fortalecimento dos dentes. O pepino, por sua vez, atua na produção da saliva, limpando os dentes naturalmente e removendo bactérias. O brócolis contém ferro e cálcio que, juntos, formam uma barreira de proteção para o esmalte dos dentes. A cenoura estimula a salivação, mantendo a boca hidratada e ajudando a remover a placa bacteriana.

Água
O "líquido da vida" faz bem para a pele, para corpo e para a boca. A água auxilia na produção de saliva, elimina restos de alimentos e mantém o corpo e a boca hidratados. "A qualidade da sua alimentação é que dirá se você vai precisar de tratamento odontológico no futuro ou não. Além, é claro, da correta escovação após as refeições", diz a especialista.

Últimas notícias

Comentários