Pele oleosa precisar ser hidratada?

Especialista tira algumas dúvidas sobre oleosidade

por Da redação com assessorias 21/05/2018 15:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Freepik
(foto: Freepik)
Muitas pessoas sofrem com o excesso de oleosidade na pele – quando as glândulas sebáceas são mais ativas do que o normal. Na tentativa de corrigir o problema, produtos errados podem causar não só danos na barreira cutânea, como também o tão temido "efeito rebote".

A dermatologista Vanessa Metz, da Sociedade Brasileira de Dermatologia e consultora da Neutrogena, esclarece algumas dúvidas recorrentes sobre o tema. Confira:

Hidratação do rosto x pele oleosa

Segundo a médica, existe um mito sobre quem tem pele oleosa não poder usar hidratantes faciais. "Nós temos que desmistificar essa informação pensando no seguinte: na nossa barreira cutânea existe também uma composição hídrica, que perde água ao longo do dia por conta da troca de calor e com a sudorese, inclusive na pele oleosa. É extremamente importante repor esse componente", orienta a especialista.

A dermatologista ressalta ainda a importância de escolher produtos de hidratação facial oil free (sem óleo) e que tenham um componente hídrico para repor essa perda da pele. "Além de ingerir bastante líquido, é importante aplicar um produto tópico com concentração de ácido hialurônico que vai 'puxar' a água para perto da molécula onde foi aplicado, deixando assim a região mais hidratada", afirma Vanessa.

Oleosidade e filto solar

Uma grande preocupação de quem tem pele oleosa diz respeito ao uso do protetor solar facial. De acordo com a médica, a proteção solar diária é indispensável, e para quem tem esse tipo de pele é recomendado optar por versões livres de óleo, que tenham toque seco, textura em gel ou efeito matte (tom aveludado da pele).

"Esses produtos, geralmente, possuem uma composição hidratante, até para não irritar a pele por conta da química. E muita gente pensa que esses ativos vão bloquear os poros e causar acne, mas se você optar justamente por versões que sejam feitos para pele oleosa, consegue ter a segurança de atingir o FPS indicado no rótulo, além de ser um produto seguro para pele oleosa", afirma vanessa Metz.

Pele negra

A dermatologista lembra que a pele negra possui uma pré-disposição natural a ser oleosa devido às glândulas sebáceas mais ativas e, em alguns casos, até maiores em quantidade e em tamanho. Como consequência, produzem mais "sebo" (gordura). Portanto, a atenção deve ser maior.

Porém, para Vanessa, isso não é um necessariamente um problema. "Muita gente questiona o porquê da pele negra demorar mais para envelhecer. É justamente por causa desta proteção do 'sebo'. Mas, é necessário cuidado: em excesso, acaba levando ao entupimento dos poros, aos cravos e às espinhas, conforme o processo inflamatório bacteriano que acontece ali também. Por isso, as negras têm uma necessidade de cuidado de limpeza maior dessa região ".

Uma boa dica é o uso de água micelar (com partículas de limpeza) pode ser uma excelente aliada. "Eu sempre falo para minhas pacientes que demaquilante é necessário, porque ele retira toda a impureza durante o dia, além do filtro solar e a maquiagem. Eu não considero a água micelar, por exemplo, como um produto só para retirar a maquiagem. Eu acho que é a primeira etapa da limpeza porque retira todas as impurezas de maneira suave, sem agredir as camadas cutâneas", orienta Vanessa Metz.

Últimas notícias

Comentários