Unha de gato e guaraná podem ajudar pacientes com câncer

As duas ervas típicas do Brasil melhoraram a qualidade de vida dos doentes

por Da redação com assessorias 18/05/2018 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Saudedica.com.br/Reprodução e Wikimedia/Creative Commons/Reprodução
Estudo realizado em São Paulo descobriu que extratos de guaraná (esq.) e de unha de gato podem melhorar a qualidade de vida de pacientes com câncer terminal (foto: Saudedica.com.br/Reprodução e Wikimedia/Creative Commons/Reprodução)
Muitas pessoas apelam para o poder medicinal das plantas, como forma de tratamento alternativo para inúmeras doenças. Um exemplo da força curativa da natureza foi comprovado por um estudo realizado pelo Hospital do Coração, de São Paulo (SP), em parceria com a Faculdade de Medicina da Fundação ABC, em Santo André (SP). A pesquisa testou a eficácia de uma combinação entre as plantas unha de gato (Uncaria tomentosa) e guaraná (Paullinia cupana) no auxílio a pacientes com câncer terminal.

"Por meio dessa pesquisa, observamos resultados bastante relevantes, como manutenção do peso, melhora da fadiga e da sensação de náusea entre os pacientes participantes", comenta o oncologista Auro Del Giglio.

O estudo avaliou 22 voluntários com câncer terminal, com idades entre 49 e 89 anos. Destes, 86,3% eram homens e metade contava com um índice de Karnofsky (grau de aptidão funcional) menor ou igual a 60%. "Todos estes pacientes apresentavam tumores sólidos e inelegíveis para abordagens terapêuticas tradicionais. Deste modo, cada um deles recebeu cápsulas de 100 mg de extrato seco de unha de gato, três vezes ao dia, combinadas com cápsulas de 50 mg de extrato seco de guaraná, duas vezes ao dia", afirma o médico.

Em um período de aproximadamente quatro semanas, os especialistas do Hospital do Coração observaram uma melhora significativa em aspectos como fadiga e náusea, sem perdas relevantes de peso ou influência na qualidade de vida. "Outro aspecto positivo foi que nenhuma toxicidade significativa dessa combinação herbal foi encontrada. Assim, pudemos comprovar que o uso de unha de gato e guaraná, tal como propõe a pesquisa, não só é seguro no que diz respeito à possibilidade de efeitos colaterais, mas também eficaz na tarefa de contribuir com o bem-estar do perfil de pacientes que procuramos auxiliar", diz Auro Del Giglio.

Últimas notícias

Comentários