Descoberta a origem do barulho irritante da água pingando na pia

A culpa não é da gota em si, mas de uma bolha de ar, sabia?

por Correio Braziliense 25/06/2018 11:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Além de representar desperdício, a torneira pingando pode virar dor de cabeça para muita gente, especialmente à noite, quando o barulho das gotas caindo na pia parecem aumentar consideravelmente. Para tentar descobrir o que causa o ruído, cientistas franceses realizaram um estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, na sexta dia 22 de junho.

Conforme os pesquisadores do Instituto Prime, vinculado à Universidade de Poitiers, na França, e da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, não é a gota em si que provoca o barulho irritante, mas sim, a oscilação de uma pequena bolha de ar criada no impacto e que se arrasta na superfície de contato, como a pia da cozinha ou do banheiro.

"Sem a bolha não deve existir barulho", comenta o pesquisador Peter Jordan, coautor do estudo, em entrevista para a agência francesa de notícias AFP. "Ao oscilar, essa bolha de ar faz com que a superfície da água vibre, o que atua como um 'alto-falante acústico', gerando o ruído que todos conhecem", completa o cientista.

O "ploc ploc" breve, claro e agudo se transforma, então, no barulho que incomada muita gente durante a noite.

Segundo Anurag Agarwal, do departamento de Engenharia da Universidade de Cambridge, ele se interessou pelo tema depois de presenciar o ruído irritante na casa de um amigo. "Não conseguia dormir devido ao barulho da água caindo, gota a gota, numa vasilha. Comecei a refletir sobre o problema", conta o pesquisador à AFP. Ele levou a questão a dois outros pesquisadores e "se surpreenderam ao descobrir que ninguém havia realmente encontrado a causa para o barulho", assegura Agarwal.

Quando a gota atinge o "alvo", é formada uma espécie de cavidade, depois surge um pequeno jato de líquido, que cria a bolha de ar.

Para modificar as propriedades elásticas do líquido, eles adicionaram detergente líquido à água. "Constatamos que isso impedia a formação da bolha e, assim, não havia mais barulho", explica Peter Jordan.

Porem, os pesquisadores alertam que o estudo é válido para uma certa velocidade de impacto e um determinado tamanho da gota d'água.

(com Agência France-Presse)

Últimas notícias

Comentários