Dor abdominal pode ser variz pélvica

Problema atinge os vasos de órgãos como ovário, trompas e útero

por Da redação com assessorias 27/07/2018 10:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
A dilatação das veias na região da pélvis causa varizes e muitas dores abdominais. A doença atinge os vasos que suprem órgãos como útero, ovários e trompas. "A presença dessas varizes em grande quantidade leva ao surgimento de sintomas que caracterizam uma doença chamada Síndrome da Congestão Pélvica, que dificulta o retorno do fluxo do sangue para o coração e causa dores crônicas abdominais", comenta a angiologista e cirurgiã vascular Marina Fonseca.

Como as varizes pélvicas não apresentam sinais clínicos aparentes e os sintomas podem ser confundidos com outras condições, a médica orienta que o diagnóstico geralmente é feito por exclusão, eliminando outras possíveis causas da dor abdominal, como doença inflamatória pélvica, endometriose, tumores e inflamação intestinal. "Descartadas as possibilidades, é realizado um exame para identificar a presença de varizes na região pélvica: o eco-doppler. Apesar de ser um exame minimamente invasivo, ele auxilia no diagnóstico das varizes pélvicas mostrando veias dilatadas nas regiões afetadas", diz a angiologista.

Tratamento

Após o devido diagnóstico de varize pélvica, o médico indicará a melhor forma de terapia. "Geralmente, o tratamento é iniciado com hormônios, como a progesterona, que leva à diminuição da ovulação e da vascularização dos órgãos da pélvis, além de diminuir a quantidade de sangue dentro das veias pélvicas. Porém, nem sempre o tratamento com medicamentos é efetivo. Quando os sintomas permanecem, é necessário pensar em uma alternativa cirúrgica", esclarece Marina Fonseca.

Últimas notícias

Comentários