Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Lagosta raríssima é pescada nos Estados Unidos

Um pescador americano fisgou um crustáceo 'transparente'


postado em 30/08/2018 16:45 / atualizado em 30/08/2018 16:58

As chances de pescar uma lagosta branca como essa são de uma em 100 milhões, segundo o portal canadense Global News(foto: Pressherald.com/Mike Billings/Reprodução)
As chances de pescar uma lagosta branca como essa são de uma em 100 milhões, segundo o portal canadense Global News (foto: Pressherald.com/Mike Billings/Reprodução)
Um pescador que mora no estado do Maine, no nordeste dos Estados Unidos, virou notícia em todo o mundo depois de pescar uma espécie extremamente rara e valiosa. Mike Billings conseguiu capturar uma lagosta branca (quase "transparente"). A informação foi divulgada pelo portal canadense de notícias Global News.

O crustáceo foi pescado na manhã de terça, dia 28 de agosto, perto da cidade de Stonington. Conforme o Global News, as chances de conseguir fisgar uma lagosta desse tipo, também chamadas de "fantasma", são de um para 100 milhões.

Especialistas ouvidos pelo portal canadense explicam que esse crustáceo não sofre de albinismo, que é a ausência total de pigmentação, mas sim, deve ser vítima de uma condição genética chamada leucismo, em que grande parte da coloração da carcaça do bicho acaba esmaecendo.

Segundo Mike Billings, como a lagosta era pequena demais para ser levada para casa (como consta na legislação local), ele acabou jogando o crustáceo de volta para o mar.

Curiosamente, o Global News lembra que esta não foi a primeira lagosta rara capturada pelo pescador do Maine. Em 2014 ele fisgou um exemplar que tinha uma das garras na cor azul. Neste caso, como ele revelou, na época, a pinça parecia ser pequena demais para o tamanho do animal, o que significava que a garra original provavelmente foi destruída e uma azul foi regenerada em seu lugar.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade