Publicidade

Estado de Minas CELEBRIDADES

Celular explode no ouvido do cantor americano CeeLo Green?

Vídeo mostra o intérprete de Crazy, da banda Gnarls Barkley, caindo no chão após a suposta explosão


postado em 19/12/2016 11:01

Não é novidade para ninguém que o celular Samsung Galaxy Note 7 estava causando explosões devido a um problema de pressão na bateria. Esse problema voltou a preocupar, apesar de o smartphone não ser mais comercializado, depois que uma suposta gravação de uma câmera de segurança mostrando o rapper e produtor musical CeeLo Green sendo vítima de uma explosão de celular, gerar polêmica na internet, no sábado, dia 17 de dezembro.

Assista, abaixo, às imagens do circuito de TV:



Os fãs do intérprete do sucesso Crazy, de 2007, que foi gravado pela banda Gnarls Barkley, ficaram preocupados com o vídeo. As imagens parecem ser de um estúdio de gravação, e CeeLo estava sentado junto à mesa de edição, falando ao telefone, quando, de repente, o aparelho supostamente explode em seu ouvido, fazendo com que o cantor americano caia no chão, como se estivesse desmaiado.

"Estou vivo e estou bem. Mas, estou muito triste pelas pessoas terem ficado assustadas com o que viram. Essa imagem, na verdade, é apenas um trecho de um vídeo que estamos gravando para um projeto chamado Gnarly Davidson. Ele iria apresentar um novo personagem. Mesmo assim, vamos lançar a música. De qualquer forma, para todos que se preocupam comigo e que me amam, estou bem", diz CeeLo Green em vídeo publicado em sua conta oficial no Instagram, na madrugada deste domingo, dia 18 de dezembro.

Apesar de não ter explicado de forma clara o que seria esse vídeo com o celular explodindo, como muitos internautas que comentaram no YouTube, trata-se de uma "brincadeira", ou seja, ele não foi vítima de um Galaxy Note 7, como alguns especularam.

Ouça a música Crazy e relembre um dos grandes momentos de CeeLo Green:

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade