Publicidade

Estado de Minas RECORDE

Tropeiro vai para o Guinness Book

O típico prato mineiro ganhará uma versão de três toneladas em evento a ser realizado na praça Duque de Caxias, em Belo Horizonte


postado em 10/04/2015 15:11 / atualizado em 10/04/2015 15:19

Nas versões tradicional, contemporânea e vegetariana, o tropeiro mineiro,  famosa iguaria do estado será personagem principal no evento O Maior Feijão Tropeiro do Mundo, que faz parte do circuito Gastronomia na Praça. O prato típico de Minas Gerais deve entrar para o Guinness Book de recordes com o preparo de, aproximadamente, três toneladas de tropeiro.

O prato, um dos símbolos da gastronomia mineira, faz parte da rica história cultural do estado. A tradição da comida feita essencialmente com feijão, carnes e farinha de mandioca foi enraizada já em meados dos anos 1500, quando as entregas de mercadorias, comidas, ouro e pedras eram feitas pelas expedições a cavalos e mulas, por todas as partes do Brasil.

A iguaria será elaborada no evento que acontecerá na praça Duque de Caxias, no bairro de Santa Tereza, região leste de Belo Horizontre, por quem já serviu mais de 4 mil pratos num mesmo dia, em um jogo que reuniu cerca de 90 mil torcedores no Mineirão: a família Assis, do restaurante Tropeiro 13, que antigamente mantinha um estabelecimento no estádio.

Com mais de 40 anos de tradição, a equipe utilizará na receita gordura de porco, alho batido com sal, feijão carioquinha cozido, cebola, linguiça calabresa, farinha de mandioca e um molho de tomate feito especialmente para colocar em cima da couve, que faz o acompanhamento trivial do tropeiro.

Quem gosta de carnes especiais e de inovar no paladar poderá conferir a versão contemporânea do tropeiro, preparada pelo chef e professor do curso de gastronomia da faculdade Promove de Belo Horizonte, Jackson Cabral e seus alunos. A receita contará com mais de 700 quilos de feijão carioquinha e terá dois tipos de farinhas, a de mandioca e a de milho; carnes especiais, como pernil e linguiça de porco e ovos pasteurizados, que utilizam técnicas que eliminam bactérias nocivas à saúde, como a salmonella.

Para Cabral, o evento vai proporcionar muito mais que uma união de sabores. "O público terá uma surpreendente experiência gastronômica ao degustar estilos diferenciados de um mesmo prato. E, para essa receita em especial, pretendemos mostrar que é possível incrementar e uma comida tão tradicional como é o feijão tropeiro mineiro", explica o chef.

Haverá também uma versão vegetariana da iguaria, preparada pelo cozinheiro Paulo Renato R. Freitas, proprietário do primeiro FoodTruck do Brasil com lanches vegetarianos.

Aproveite para fazer uma saborosa receita de feijão tropeiro mineiro(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Aproveite para fazer uma saborosa receita de feijão tropeiro mineiro (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)


Confira a receita do tradicional feijão tropeiro feito pela equipe do Tropeiro 13:

Ingredientes:

½ quilo de feijão carioquinha cozido
250 gramas de bacon
250g de linguiça calabresa
5 ovos
1 molho de couve
200 gramas de farinha de mandioca
Torresmo sem pele
Temperos como alho, cebola, salsa e cebolinha à vontade

Preparo:

A sequência de preparo é colocar a gordura de porco na panela, refogar o alho batido com sal, juntar a linguiça calabresa, o torresmo sem pele frito, feijão carioquinha cozido (colocar um pouco do próprio caldo). Deixe ferver, apague o fogo e misture a farinha, a cebola crua cortada bem fina e a cebolinha, mexendo tudo com cuidado para não empelotar e não perder a consistência. O segredo é deixar o tropeiro um pouco mais molhado, por isso, ele leva um pouco mais de caldo.

Serviço:

Onde: praça Duque de Caxias, bairro Santa Tereza (BH/MG)
Data: 18/4
Horário: das 12h às 22h
Ingressos: poderá ser retirado mediante a doação de um quilo de alimento não perecível (cada pessoa terá direito a duas entradas)
Pontos de troca: praça Duque de Caxias e faculdade Promove (rua dos Goitacazes, 1762, Barro Preto, BH)
Informações: www.gastronomianapraca.com.br

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade