Publicidade

Estado de Minas SAúDE

Será que consumir soja é ruim para os homens?

Segundo boato que está circulando nas redes sociais, o grão teria estrógeno e levaria ao aparecimento de características femininas em meninos, inibindo também certos fatores da puberdade


postado em 03/11/2015 18:39

Os boatos se espalham com facilidade nas redes sociais e acabam se tornando "verdades" para algumas pessoas. Recentemente, está circulando a notícia de que homens e meninos devem evitar o consumo de soja por causa de hormônios feminilizantes existentes no grão. As garotas também teriam de ficar atentas, pois o alimento poderia antecipar a puberdade. Será que isso é mais uma informação sem fundamento ou realmente faz sentido?

A soja é altamente nutritiva: é rica em proteínas, gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais. Além disso, é capaz de sintetizar um componente chamado isoflavona, que é um fitoestrogênio. Este, é um produto de origem vegetal que tem a estrutura química muito parecida com a do estrógeno, hormônio feminino, produzido pelos ovários das mulheres.

É importante ressaltar que cada hormônio possui um receptor específico nas células. A confusão, portanto, está ligada à isoflavona, que por ser muito parecida com o estrógeno, seria capaz de aderir ao receptor próprio do hormônio feminino. Sendo assim, a ingestão da soja poderia provocar, por exemplo, o aparecimento de seios em meninos. Porém, na prática, isso não acontece.

Segundo a nutricionista Milene Cristina Henriques, professora da PUC Minas, não há chances de os rapazes desenvolverem características femininas devido ao consumo de soja. Ela ainda recomenda a ingestão do alimento, principalmente para os homens. "A necessidade proteica do homem é maior se comparada à da mulher. E a soja, além de ser uma boa fonte de proteína, não tem gordura ruim", destaca a nutricionista.

A professora também lembra que a soja pode ajudar as mulheres durante o período da menopausa, por causa da isoflavona. "O consumo desse alimento pode diminuir os efeitos da menopausa. Mas, ela [a soja] não faz isso sozinha. Apenas auxilia", explica Milene.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade