Confira dicas de conservação do queijo durante os dias quentes

No final do ano, o calor pode ser um problema para os queijos, especialmente os do tipo frescal

por Da redação com assessorias 26/10/2017 09:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Mineiro de verdade não abre mão de um bom queijo, produto que, ao lado do café, representam os principais símbolos de Minas Gerais. Canastra, da serra do salitre, do serro, minas frescal, gorgonzola, gouda... Não importa o tipo. Esse laticínio está sempre presente na casa dos mineiros. Mas, quando chega o período mais quente do ano, uma dúvida costuma surgir: como conservar o queijo de forma adequada?

No Verão, para que o produto não estrague e sejam preservados o sabor, o aroma e a textura, alguns cuidados são necessários, especialmente em relação à refrigeração de certos tipos de queijo. É o que recomenda Raquel Santana, especialista em ciência e tecnologia do leite, responsável pelo controle de qualidade do grupo Barbosa & Marques.

Confira, abaixo, as dicas da especialista para não errar no manejo desse "precioso" laticínio:

  • A maioria dos queijos deve ser mantida sob refrigeração, apenas para a conservação. No momento do consumo do alimento, é recomendável que esteja em temperatura ambiente, já que a baixa temperatura inibe a percepção de textura, aroma e sabor, transformando por completo a sensação agradável de degustar o produto

  • Os queijos mais macios e cremosos devem ser retirados da geladeira no momento do consumo. Já os mais firmes e duros, se a porção for pequena, podem ficar até dois dias fora da geladeira

  • Para porções maiores, recomenda-se retirar um pedaço, envolver em papel alumínio, manter sob refrigeração e retirar da geladeira, no mínimo, 30 minutos antes do consumo

  • Enquanto estiverem fechados dentro das embalagens originais e mantidos nas temperaturas indicadas, os queijos podem durar o tempo prescrito na rotulagem. Mas, quando a embalagem é aberta, uma nova data deverá ser considerada, conforme texto legal impresso no rótulo do produto. "Seja fresco, fatiado ou defumado, é preciso atenção máxima na refrigeração e no consumo dos queijos durante o Verão", comenta Raquel Santana

  • De maneira geral, os queijos podem ser guardados na embalagem original. Após aberto, o ideal é transferir para um recipiente com tampa

  • Para consumidores que gostam de armazenar o queijo fatiado ou picado, ele pode ser guardado em um recipiente de plástico com tampa e também colocado para refrigerar, observando sempre a nova data de validade após a abertura da embalagem original

  • Queijos frescos, como o minas frescal, devem ter a embalagem original e o soro descartados e, em seguida, precisam ser colocados em uma queijeira e mantidos sob refrigeração. A cada momento que for servido, deverá ser desprezado o soro e, em seguida, retornar com o produto imediatamente para a geladeira. "Pois, por ser um queijo fresco, quanto mais tempo ficar armazenado em geladeira, mais garantido será o seu frescor e sabor. O segredo de conservação do queijo minas frescal é tirá-lo do refrigerador o menor tempo possível", afirma a especialista

Últimas notícias

Comentários