Publicidade

Estado de Minas BRASIL

Manga com formato de 'diabo' viraliza na internet

A fruta que nasceu com os dois 'chifres' foi descoberta no interior de Pernambuco


postado em 26/02/2018 13:25 / atualizado em 26/02/2018 13:31

Os usuários do Twitter estão agitados com o formato de uma manga que foi colhida numa cidade do interior de Pernambuco. Ao nascer com dois "chifres", o fruto está sendo associado à imagem do "diabo", ainda mais por ter marcas que simulam nariz, olhos e boca.

Segundo matéria publicada pelo portal de notícias G1, da Rede Globo, a manga foi colhida pelo trabalhador rural Cristiano Carvalho, de 28 anos, que mora na zona rural de Petrolina, em Pernambuco. "Eu estava limpando a árvore, quando tirei uma galha, vi a manga. Na hora pensei que fosse um camaleão, mas camaleão não tem chifres. E a manga também não [...] Mostrei a meu colega e ele também tomou um susto", comenta o agricultor em entrevista para a TV Grande Rio, afiliada da Globo em Petrolina. O rapaz revela ainda que em seus 15 anos de trabalho na região, nunca havia encontrado esse tipo de formato numa fruta.

Cristiano levou o fruto curioso para a vila de casas onde mora com a mãe, a aposentada Maria das Dores, que não gostou nada da ideia. "Eu disse: 'misericórdia, leva isso pra lá'. Fiquei toda arrepiada. Ele me falou que ia botar ela na geladeira para não murchar e eu pedi que não botasse. Minha netinha estava aqui e disse que não entra mais só na cozinha de noite", comenta a senhora à reportagem.

Como eles vivem no chamado Vale do São Francisco, que é famoso pela produção de frutas, e responde por cerca de 95% da smangas exportadas pelo Brasil, não é estranho que uma pocentagem ínfima dos produtos acabam nascendo com algum tipo de má formação. "A má formação de frutas é comum, mas como ela não é comercializada, é destinada para a indústria, fica pouco vivenciada pela comunidade local", explica o engenheiro agrônomo Pedro Xisto, em entrevista para a TV Grande Rio. Ele analisou o "fruto do diabo" e não encotnrou nenhuma manipulação nele. "O fruto é verdadeiro, não existe nenhum tipo de montagem. Observamos o fruto com cautela, não tenho dúvida que é verdadeiro", garante o especialista. Ele conta que apenas 0,001% de toda a produção do Vale do São Francisco nasce com defeito desse tipo, que inviabiliza a comercialização.

O problema da má formação acontece ainda durante a polinização. O erro faz com que a fruta se desenvolva de forma desigual. Ainda assim, não há problema algum em comer a "manga demoníaca", garante Pedro Xisto.

No Twitter, muitos internautas brincaram com a fruta diferenciada. "Coisas de cidade pequena: o assunto do momento aqui na minha cidade é o suposto aparecimento dessa manga demoníaca numa plantação daqui de perto", comenta o perfil @jinkilogy, na rede social de 240 caracteres. "Se comer com leite, abre os portões do inferno", brinca @ERickenbackerRJ. "É o 'cão' chupando manga, que fala?", publica @rodrigoR7. "Quando todo mundo te chama de corno, mas você não escuta, até que Deus te dá um sinal", ironiza o internauta @Livio_Gustavo.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade