Açúcar refinado pode causar danos ao DNA e envelhecimento precoce

Especialista fala sobre esse 'vilão' das dietas

por Da redação com assessorias 22/05/2018 11:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ideianutri.com/Reprodução
(foto: Ideianutri.com/Reprodução)
Apesar de ser muito apreciado nas sobremesas, o açúcar, que já foi chamado de "ouro branco", no passado, é um dos vilões da saúde, pois, além de causar o temido diabetes, pode levar à obesidade, ao aumento do colesterol e dos triglicérides e até mesmo à hipertensão arterial. Mais recentemente, estudos relacionados à prática ortomolecular também apontam o açúcar em excesso como risco para doenças degenerativas, como o Mal de Alzheimer, e para acelerar o processo de envelhecimento do corpo.

De acordo com o nutrólogo J Bussade, da Bothanica Mineral, o açúcar é a causa principal de diversas doenças muito comuns. Ele lembra que o ser humano não precisa ingerir esse ingrediente, porque o organismo já fabrica os açúcares a partir do glicerol, da gordura e das proteínas, por meio de um processo chamado gliconeogênese, no qual o fígado produz proteína e a converte em carboidrato.

É sabido que existem diversos tipos de açúcares, alguns podem ser considerados bons, enquanto outros são verdadeiros "venenos". Segundo o nutrólogo, os açúcares mais indicados para o consumo humano são o mascavo, o orgânico e o de coco, pois não passam por processo de refinamento, preservando nutrientes como sais minerais e vitaminas. Ele também aponta o açúcar branco refinado como o pior de  todos, já que seria o "alimento mais inflamatório que existe no planeta e causador de sérios danos ao DNA mitocondrial, provocando doenças degenerativas e o envelhecimento precoce". "Outro grande mal do açúcar refinado é que ele sobe 25 vezes mais a pressão arterial do que o sal", afirma J Bussade. Em contrapartida, o especialista recomenda o uso do mel como uma opção saudável na substituição dos açúcares, já que adoça os alimentos da mesma forma e, além disso, contém grande quantidade de vitaminas e é capaz de fortalecer o sistema imunológico.

Outro grupo de vilões lembrado pelo especialista são os adoçantes artificiais, que são compostos de substâncias químicas e sintéticas como a sacarina, o ciclamato e o aspartame. "Os adoçantes são ainda piores que todos os tipos de açúcares", alerta o nutrólogo.

Últimas notícias

Comentários