Ervilha também é rica em proteína

A vagem é uma ótima opção para os vegetarianos

por Da redação com assessorias 03/07/2018 11:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Ainda que muitas pessoas prefiram consumir carne, o número de adeptos do vegetarianismo vem crescendo cada vez mais. Segundo o levantamento Alimentação Saudável – Tendências 2017, realizado pela empresa de pesquisa de mercado Mintel, 37% dos entrevistados tentam limitar a quantidade de carne consumida. Uma ótima opção para quem quer seguir a dieta baseada em vegetais é consumir a proteína proveniente da ervilha.

Apesar da soja ser reconhecida como a grande fonte proteica dos vegetarianos, produtos que levam a proteína isolada da ervilha começaram a ganhar espaço no mercado. "Enxergamos uma lacuna no mercado brasileiro, uma vez que, notamos haver apenas opções com proteína de soja disponíveis nas prateleiras do país, o que nos fez investir em pesquisa para entender como deveria ser esse novo produto. Foram dois anos de estudos e testes até chegarmos nessa alternativa inovadora para substituição da carne animal", explica David Oliveira, diretor de marketing da Superbom.

Segundo a nutricionista Cyntia Maureen, a ervilha é uma das melhores fontes proteicas do universo vegetal. "Muitos associam proteína apenas às fontes animais, e esquecem que existe uma gama de outros alimentos cheios dessa propriedade, como é o caso dessa leguminosa, que além de conter quase o dobro de proteínas da maioria dos vegetais, também possui muitas outras vantagens nutricionais, como auxílio na prevenção da diabetes, no fortalecimento dos ossos e na digestão", comenta a especialista.

A ervilha é rica em arginina, um aminoácido que melhora a circulação sanguínea, reduz o risco de arteriosclerose, ataques cardíacos, diminui o colesterol ruim e previne hipertensão, de acordo com a nutricionista.

Além dessas propriedades, a vagem originária da Europa é constituída de carboidratos complexos, ou seja, sua absorção é mais lenta, não causa picos de insulina, o que resulta em níveis menores de glicemia no sangue – previnindo o diabetes. Outra característica importante desse tipo de açúcar presente na ervilha é a caapcidade de manter a saciedade por mais tempo.

A proteína proveniente dessa leguminosa ajuda nas dietas para manutenção ou perda moderada de peso. Além de possuir uma quantidade considerável de amido resistente, cujas propriedades assemelham-se às fibras, fator relevante para o controle de glicose. "As fibras alimentares também estão presentes na ervilha. Elas não só contribuem para a redução dos níveis de colesterol no sangue e melhoram a glicemia em pacientes com diabetes, como auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares, AVC e doenças vasculares periféricas, se consumidas regularmente", afirma Cynthia Maureen.

Últimas notícias

Comentários