Cúrcuma pode ajudar no combate ao câncer

A curcumina se mostrou eficiente em conjunto com platina

por João Paulo Martins 07/08/2018 14:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
O extrato de cúrcuma – condimento parecido com açafrão e muito usado na culinária indiana – pode ser usado no combate a células cancerígenas, dizem cientistas.

Os efeitos benéficos da curcumina, substância derivada da cúrcuma, incluindo a capacidade de matar os germes presentes na carne crua, não são uma novidade. Mas, agora, pesquisadores descobriram que essa substância é um agente eficaz para combater também as células causadoras de câncer.

"O problema é que a curcumina é pouco solúvel em água, o que reduz sua capacidade terapêutica", comenta Dipanjan Pan, professor associado da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, um dos autores da pesquisa, em comunicado enviado à imprensa. "Quando você tenta criar uma nova droga, ela requer solubilidade em água, caso contrário, não fluirá corretamente pela corrente sanguínea", completa o também pesquisador Santosh Misra.

Para descobrir as propriedades terapêuticas da curcumina, o grupo de cientistas, que inclui pesquisadores da Universidade de Utah, também nos EUA, criou um sofisticado sistema usando platina, que permitiu a solubilidade do princípio ativo da cúrcuma.

O estudo, publicado na revista científica PNAS, mostra que a substância em conjunto com a platina foi 100 vezes mais eficaz no tratamento de vários tipos de câncer, incluindo melanoma (pele) e de mama, do que usando a curcumina separadamente.

"Na terapia do câncer, uma das medidas que restringe uma série de drogas é sua baixa solubilidade. A viabilidade só aparece quando a droga se torna solúvel em água. Portanto, não importa como a droga é administrada, por via intravenosa ou oral, ela precisa, eventualmente, ser absorvida pelos órgãos do corpo", comenta Dipanjan Pan.

Últimas notícias

Comentários