Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Russos celebram 55 anos da ida ao espaço do cosmonauta Yuri Gagarin

Ele foi o primeiro homem a chegar ao espaço e dar uma volta em nosso planeta


postado em 12/04/2016 11:28 / atualizado em 12/04/2016 12:19

No dia 12 de abril de 1961, o mundo parou para apreciar o feito inédito do cosmonauta russo Yuri Gagarin. A bordo da nave Vostok-1, ele foi capaz de deixar a atmosfera da Terra e dar uma volta no planeta, a uma altitude de 315 km. A missão durou cerca de 1h48min. Durante a viagem espacial, o russo teria dito a célebre frase "a Terra é azul". Hoje, 55 anos depois, ele ganha homenagens na Rússia.

Uma delas foi elaborada por moradores da região de Ryazan, a 200 km ao sul da capital russa, Moscou. Eles aproveitaram um lago congelado para criar uma imensa imagem do rosto de Gagarin usando o capacete espacial. Apesar de parecer uma tarefa arriscada, é sabido que muitas lagoas congeladas na Rússia são resistentes o suficiente para aguentar até a passagem de veículos sobre a camada de gelo.

O trabalho de grandes proporções em Ryazan, segundo a agência russa de notícias Sputnik, foi possível graças ao uso de GPS, que serviu de orientação para que os traços fossem feitos sob o ponto de vista aéreo. Cada morador ficou responsável por uma área do rosto de Yuri Gagarin. Somente depois de pronto é que se conseguiu ter a noção do trabalho, visível apenas para quem sobrevoa a região.

(com Agência Sputnik)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade