Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Tentativa de selfie destroi estátua de 150 anos em Portugal

O incidente aconteceu numa estação de trem de Lisboa


postado em 16/05/2016 12:51 / atualizado em 16/05/2016 14:52

Falta de atenção está virando uma inimiga das obras de arte. Em 2015, um jovem chinês escorregou e estragou uma pintura italiana avaliada em US$ 1,5 milhão (R$ 5,25 milhões). Este ano, depois da faxineira que limpou uma instalação artística pensando ser lixo, é a vez de um português que tentou fazer uma selfie e acabou quebrando uma estátua de 150 anos, em Lisboa.

A representação do rei Dom Sebastião I estava instalada na entrada da estação de trem de Rossio, na capital portuguesa. Segundo informações da rede de TV Sic, de Portugal, por volta da meia-noite do dia 3 de maio, um rapaz aparentando 24 anos teria subido no pedestal onde estava instalada a escultura, para, supostamente, fazer uma foto selfie. Após um estrondo, alguns comerciantes que trabalham no entorno da estação correram até o local e puderam flagrar a obra de arte em pedaços, no chão.

Apesar do azarado ter conseguido fugir do flagrante policial, de acordo com a Sic, ele foi capturado posteriormente pela polícia. O Ministério Público de Portugal está investigando o caso, por se tratar de um ato de vandalismo contra um patrimônio nacional.

A estátua de 150 anos retratava Dom Sebastião I, que governou o reino de Portugal e Algarve entre 1557 e 1578. O monarca português era neto do rei João III e descendente do imperador romano Carlos V.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade