Publicidade

Estado de Minas CIêNCIA

No futuro as mulheres não precisarão dos homens para engravidar?

Pesquisa chinesa usa células-tronco para criar esperma em laboratório


postado em 24/10/2016 15:46

Uma pesquisa revolucionária conduzida por cientistas chineses e publicada no periódico científico Cell Stem Cell, mostra que é possível criar esperma a partir de células-tronco – por enquanto apenas para ratos de laboratório. Após a transformação das células embrionárias em espermatozoides, os pesquisadores conseguiram realizar a fertilização in vitro de 379 óvulos de cobaias. Destes, nove foram bem sucedidos e geraram novos ratinhos. Após 15 meses do experimento, os animais se mostraram saudáveis e sexualmente ativos.

É sabido que as células-tronco são capazes de se transformar em qualquer outro tipo de célula, mas, até então, elas nunca foram usadas na produção direta de esperma. Em estudos anteriores, já se conseguiu a transformação de células embrionárias em espermatozoides, mas foi preciso injetar o material nos testículos dos ratos para a produção dos gametas. Portanto, é a primeira vez que se produz esperma em laboratório, fora de um organismo.

Vale dizer que, na verdade, os chineses não criaram espermatozoides completos, e sim, espermatídios, que são as células base que evoluem e se transformam no gameta masculino. Mesmo assim, um espermatídio possui toda a informação genética necessária para a fertilização e a geração de um embrião saudável. No Japão, por exemplo, esse tipo de "espermatozoide primitivo" é usado na fertilização in vitro para "produção" de bebês – nem todos os países permitem esse tipo de procedimento.

A pesquisa chinesa está sendo considerada um bom sinal para os homens inférteis, incapazes de produzir espermatozoides e gerar filhos. Além disso, o estudo abre um precedente importante, pois, no futuro, o papel do homem na reprodução humana poderá ser revisto.

O problema da nova técnica, segundo cientistas que analisaram o estudo, é que o desenvolvimento do espermatozoide em humanos é bem diferente dos ratos. Além disso, homens adultos não possuem células embrionárias. Neste caso, porém, os chineses acreditam que uma opção seria a conversão de células da pele em células-tronco.

Os cientistas responsáveis pela pesquisa já iniciaram uma nova fase de teste. Agora, estão adaptando o método inovador de reprodução em macacos.

(com The Huffington Post)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade