Comer tarde da noite não faz bem, sabia?

Especialistas alertam para os problemas causados por alimentos consumidos pouco antes de dormir

por Vinícius Andrade 19/09/2017 08:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Cuidado ao consumir certos alimentos antes de dormir, pois podem causar vários problemas, especialmente refluxo gastroesofágico (foto: Pixabay)
Entregar-se a um lanche em horário tardio é um convite para ganho de peso, insônia e maus hábitos alimentares. Mas, e se o estômago resmungar quando o relógio marcar meia-noite? Segundo a nutricionista americana Cara Walsh, a alimentação tardia pode também provocar refluxo gastroesofágico ou, no pior dos casos, levar ao câncer de esôfago. Estudos demonstraram que as calorias consumidas no fim da noite são mais propensas a serem armazenadas como gorduras.

Segundo Tehzeeb Lalani, conselheira nutricional em Mumbai, na Índia, a última refeição deve ser feita até às 18h para quem dorme por volta das 22h. Porém, para aqueles que costumam ficar acordados até 1h, um jantar às 18h pode ser uma armadilha.

"À meia-noite você ficará com tanta fome que irá à geladeira para compensar o déficit de calorias que você provocou", diz a especialista em entrevista ao portal americano de notícias HuffPost. Ela sugere que a última refeição seja feita cerca de duas horas antes da hora de dormir para que a digestão se dê de forma adequada.

Porém, caso você não consiga deitar sem fazer um lanchinho, alguns nutricionistas recomendam comer entre 120 e 200 calorias de alimentos ricos em proteínas antes de pegar no sono. Para isso, porém, é preciso encontrar maneiras de cortar essa quantidade de calorias ao longo do dia.

A nutricionista americana Kate Schlag recomenda um copo de iogurte grego ou uma fatia de pão integral antes de deitar. "Evite alimentos excessivamente gordurosos, picantes, açucarados ou ácidos, bem como produtos com cafeína ou álcool, pois eles podem causar indigestão ou atrasar o sono", destaca a especialista, também em entrevista ao HuffPost.

Kate Schlag também indica suco de cereja, banana e amêndoa como boas opções de alimento que podem ser consumidos tarde da noite.

(com portal HuffPost)

Últimas notícias

Comentários