Publicidade

Estado de Minas COMPORTAMENTO

Existe um tempo ideal de duração da relação sexual?

Estudos mostram que o sexo pode levar até 19 minutos, em média


postado em 28/11/2017 15:48 / atualizado em 28/11/2017 16:05

O tempo de duração de uma relação sexual é relativo. Ele depende de vários fatores, como excitação, presença de alguma disfunção e consumo de álcool. No entanto, alguns cientistas vêm tentando descobrir se existe uma duração média do momento mais íntimo para o casal.

De acordo com uma pesquisa feita pela loja online de produtos eróticos Lovehoney, o sexo para a maioria dos casais heterossexuais dura, em média, 19 minutos, dividos em 10 minutos de troca de carinhos e nove da relação sexual propriamente dita. A empresa ouviu 4,4 mil clientes.

A enquete mostrou ainda que 52% dos casais entrevistados estão satisfeitos com o tempo de duração do sexo, mas, para 23% dos homens e 19% das mulheres, esse período é considerado insuficiente, apesar de passarem mais tempo na cama do que a média.

Em 2016, o pesquisador Brendan Zietsch, da Universidade de Queensland, na Austrália, realizou um estudo com 500 casais heterossexuais. Depois de quatro semanas de sexo ativo, ele pediu que o grupo medisse o tempo da duração das relações amorosas.

Conforme os achados de Zietsch, a duração variou de 33 segundos a 44 minutos. No entanto, em média, as relações sexuais duraram apenas 5,4 minutos.

O estudo da Universidade de Queensland descobriu ainda que o uso de preservativo, a presença de circuncisão nos homens ou o país de origem das pessoas não afetaram o tempo gasto no sexo. O fator-chave da duração do ato, conforme Brendan Zietsch, diz respeito à idade dos praticantes: quanto mais velho era o casal, menos durava o sexo.

A pesquisa da Lovehoney também mostrou que 75% dos homens atingem o orgasmo em todas as relações sexuais, enquanto apenas 28% das mulheres chegam ao clímax. Ainda de acordo com a enquete, um orgasmo compartilhado ocorre uma a cada três vezes, mais ou menos.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade