Mineirinho será transformado em mercado

O Mercado Central do Mineirinho vai ocupar uma área de 7 mil m² no famoso ginásio poliesportivo

por Da redação com assessorias 12/12/2017 15:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Doppio Arquitetura/Divulgação
O ginásio poliesportivo do Mineirinho vai ganhar uma nova destinação e será transformado num mercado, ocupando 7 mil m², com 150 lojas (foto: Doppio Arquitetura/Divulgação)
Aproveitando as comemorações dos 120 anos de Belo Horizonte, uma novidade chega para agradar os belo-horizontinos: o ginásio Jornalista Felipe Drummond, mais conhecido como Mineirinho, inaugurado em 1980, vai se transformar em um mercado. O local, um dos cartões postais da região da Pampulha, e que fica ao lado do estádio Mineirão, receberá um investimento de R$ 6 milhões para ser transformado no Mercado Central do Mineirinho.

Com previsão de inauguração para abril de 2018, o novo mercado vai ocupar uma área de 7 mil m², nos sexto e sétimo andares e contará com 150 lojas, estacionamento privativo, espaço gourmet, área de convivência e espaço kids. "Estamos levando para a população de mais de 800 mil habitantes e turistas da região, a oferta de produtos tradicionais e típicos da culinária mineira, temperos e especiarias, frutas, queijos, doces, cachaças, casa de carnes, peixaria, dentre outros. Transformando aquele espaço em uma nova área de gastronomia, lazer e de turismo para a cidade. A mesma dinâmica dos outros mercados, um projeto de extremo bom gosto, acessível a todos os públicos", explica Dennison de Souza Coelho, superintendente do Mercado Central do Mineirinho.
Doppio Arquitetura/Divulgação
(foto: Doppio Arquitetura/Divulgação)

Ao longo de seus 37 anos de existência, o ginásio do Mineirinho recebeu inúmeros eventos esportivos de importância internacional, especialmente as etapas da Liga Mundial de Vôlei. Além disso, ele foi cenário do famoso recorde brasileiro de público no campeonato nacional de futsal, em 1999, na partida entre Atlético-MG e Rio de Janeiro, registrando 25.713 espectadores. De lá para cá, o ginásio caiu no ostracismo e, até agora, não possuía um projeto de recuperação ou requalificação.

Vale lembrar que a feira que acontece no espaço continuará existindo, bem como possíveis eventos esportivos que são realizados na quadra, dentro do ginásio.

Últimas notícias

Comentários