Publicidade

Estado de Minas TRâNSITO

Todos os radares fixos do Brasil poderão ser cadastrados

Um projeto de lei quer restringir as multas aos radares registrados num cadastro nacional


postado em 15/12/2017 14:44 / atualizado em 15/12/2017 15:02

Uma proposta curiosa foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. O Projeto de Lei 3157, de 2012, do deputado federal Lázaro Botelho (PP-TO), cria um banco de dados nacional sobre os radares fixos usados no trânsito de todo o Brasil.

O projeto prevê que o banco deverá ser gerenciado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que vai disponibilizar as informações para consulta pública na internet.

Como tramita em caráter conclusivo, o projeto será remetido ao Senado, a menos que haja recurso para votação no plenário da Câmara.

Multas

Pela proposta, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), serão inválidas as multas registradas por radares não registrados no Cadastro Nacional de Instrumentos Fixos de Fiscalização Eletrônica de Trânsito.

O texto recebeu parecer favorável do relator, deputado Covatti Filho (PP-RS), que apresentou uma emenda de adequação legislativa, sem alterar o mérito do projeto.

Informações

A proposta determina ainda a armazenagem, no cadastro, dos seguintes dados sobre os radares: localização; informações técnicas; certificação e data da última aferição pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro); estudos técnicos que justificaram a instalação; termos de contratação do serviço; e data de cadastramento ou de desativação.

Os radares já instalados nas cidades serão cadastrados no prazo de 360 dias a contar da publicação da lei.

(com Agência Câmara Notícias)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade