Publicidade

Estado de Minas ESTéTICA

Sabia que existe cirurgia de transplante de barba?

Procedimento ajuda os homens a terem os pelos do rosto mais uniformes


postado em 09/03/2018 12:48 / atualizado em 09/03/2018 13:20

Recentemente, o Brasil ganhou uma nova tendência entre os homens: o look lumberjack (lenhador), que valoriza a barba maior e o uso de camsia xadrez. O problema é que nem todos conseguem alcançar esse visual masculino com aspecto mais robusto. Isso porque muitos sofrem com o crescimento irregular dos pelos. Mas, para os homens que desejam ter mais barba, cobrir pequenas falhas ou ganhar um cavanhaque, já existe a cirurgia de transplante de fios.

De acordo com o médico Leandro Ribeiro Mauro, especialista em transplante capilar, atualmente, ter uma barba perfeita é possível. "Muitos homens possuem falhas, falta ou ausência total de pelos nessa região e, por isso, não conseguem obter a barba tradicionalmente conhecida. Mas, isso pode ser mudado, com o transplante", comenta o especialista.

Após análise de um profissional, o paciente recebe a recomendação do tratamento, que permite a formação de uma barba com aspecto natural. "O procedimento é similar ao transplante de cabelo, fios de uma determinada região são retirados e transplantados para outra área, num procedimento fio a fio, até obter o efeito desejado e com muita naturalidade", esclarece o especialista. Ele lembra que a escolha da melhor técnica varia de pessoa para pessoa.

Conforme Leandro Mauro, a cirurgia de transplante de barba usa pelos do queixo ou do próprio couro cabeludo, por exemplo, que são transplantados para a região desejada. Como é feito de forma individual, fio a fio, o profissional consegue dar a aparência desejada pelo paciente. "É um procedimento relativamente simples, com anestesia local e o paciente vai para casa no mesmo dia, tendo apenas que tomar alguns cuidados com a região e podendo raspar a barba depois de sete ou 10 dias", diz o médico. Ele lembra ainda que essa cirurgia não deixa cicatrizes visíveis. O pós-operatório também é consedirado tranquilo: em dois dias o homem já pode voltar para as atividades normais.

Geralmente, os fios transplantados podem cair após duas semanas, mas os folículos permanecem no local e, após cerca de três meses, eles começam a crescer lentamente, podendo continuar a aparecer novos fios até 18 meses depois do procedimento cirúrgico.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade