Cientistas estão prestes a ressuscitar o mamute

Antigo parente do elefante está extinto há quatro mil anos

por Encontro Digital 18/04/2018 11:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Cientistas americanos estão a um passo de clonar e ressuscitar o mamute, animal que tem parentesco com o elefante e está extinto há quatro mil anos (foto: Pixabay)
Lembra da série de filmes Parque dos Dinossauros (Jurassic Park)? Pois é, a ideia de clonar e repovoar a Terra com animais extintos pode se tornar realidade, em breve. Isso porque cientistas americanos planejam ressuscitar mamutes por meio da manipulação do DNA encontrado em um exemplar do animal, descoberto na região da Sibéria, na Rússia.

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Harvard, em Massachusetts, nos Estados Unidos, está trabalhando no projeto cujo objetivo principal é clonar mamutes – animais parecidos com elefantes e que foram extintos há quatro mil anos – para que regressem à vida. No mês de maio deste ano eles pretendem publicar detalhes da pesquisa, segundo assegurou o líder do estudo, George Church, em entrevista concedida para o tabloide britânico The Sun, no dia 16 de abril.

Os especialistas conseguiram recuperar o DNA de um mamute perfeitamente conservado no gelo da Sibéria e planejam implantar os genes em células de elefante asiático – seu parente vivo mais próximo – para obter espécies com características típicas desses animais extintos: desde os pelos longos até as camadas de gordura e o sistema sanguíneo, que é especialmente adaptado ao frio extremo.

O experimento deve ter duração de pelo menos 22 meses – tempo necessário para a gestação de um mamute híbrido. No entanto, os pesquisadores querem que o embrião se desenvolva dentro de um útero artificial, ao invés de usar uma elefanta como "barriga de aluguel".

Se o projeto for bem sucedido, a ideia é que exista na Terra uma espécie de parque jurássico: um território de 20 mil hectares com um ecossistema similar ao da Idade de Gelo, que será criado por especialistas russos.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários