Publicidade

Estado de Minas SAúDE

Ministério da Saúde desmente boato do vírus 'H2N3'

Não existe um subtipo do vírus Influenza com esse nome


postado em 16/04/2018 12:48 / atualizado em 16/04/2018 13:29

Em meio às chamadas fake news (notícias falsas), é importante sempre checar as fontes das informações que são compartilhadas na internet, especialmente nas redes sociais, como WhatsApp e Facebook. Os boatos sobre a existência de um novo tipo de vírus Influenza, chamado H2N3, no Brasil, fizeram com que o Ministério da Saúde viesse a público esclarecer essa mentira. Segundo o comunicado enviado à imprensa pela pasta, trata-se de uma informação inverídica que está circulando nas mídias sociais. Os vírus causadores da gripe influenza, e que atualmente circulam no país, são os dois tipos A (H1N1 e H3N2) e o tipo B. A vacina contra a gripe, cuja campanha nacional começa dia 23 de abril, protege contra esses três patógenos.

O Ministério da Saúde diz ainda que se mantém vigilante quanto à circulação do vírus Influenza no Brasil, por meio de uma rede de unidades sentinelas para vigilância da gripe, distribuídas em serviços de saúde em todas as unidades federadas. "Com esta rede é possível monitorar a circulação do vírus influenza por meio da captação de casos de síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave", informa o órgão do governo federal.

Em 2018, até o dia 7 de abril, foram registrados 286 casos de influenza em todo o país, com 41 óbitos. Do total, 71 casos e 12 óbitos foram em decorrência do tipo H3N2. Em relação ao vírus H1N1, foram registrados 116 casos e 16 óbitos. Ainda foram registrados 52 casos e seis óbitos por influenza B e os outros 46 casos e sete óbitos por influenza A sem subtipo definido. Em 2017, o vírus H3N2 foi predominante no Brasil durante a sazonalidade e foram registrados 2.691 casos e 498 óbitos por influenza.

Tipos de vírus

A gripe influenza é uma infecção viral aguda do sistema respiratório, de elevada transmissibilidade e distribuição global. Uma pessoa pode contraí-la várias vezes ao longo da vida e, em geral, tem evolução autolimitada. Porém, em alguns casos, pode evoluir para uma forma grave. Os vírus são transmitidos facilmente por pessoas infectadas ao tossir ou espirar.

O Ministério da Saúde orienta que existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. Este último causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública, não estando relacionado a epidemias. Já os tipos A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias.

(com Agência Fiocruz)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade