Publicidade

Estado de Minas DECORAçãO

Quais as melhores flores para decorar a casa no Outono?

É preciso escolher espécies que aceitem mudanças bruscas no clima


postado em 04/04/2018 14:24 / atualizado em 04/04/2018 14:54

Uma coisa que nçao sai de moda quando se fala em decoração de ambiente é o uso de plantas naturais, que dão vida e personalidade às casas. Mas, para manter um jardim vivo, com flores saudáveis o ano todo, é preciso estar atento às espécies típicas de cada estação.

Com o Outono, o ideal é escolher flores mais resistentes às mudanças de temperatura, que são características da estação que antecede o Inverno. Além disso, cuidados especiais com a terra podem garantir um Outono florido e exuberante. Segundo o biólogo Marcelo Muller, da Esalflores, de Curitiba (PR), boca-de-leão e amor-perfeito são duas espécies adequadas para os dias mais frios, mas não dispensam os cuidados indicados a todas as outras flores. "Independentemente do clima, é importante corrigir o solo duas vezes por ano, especialmente antes da chegada das baixas temperaturas, realizando adubação para que as plantas estejam fortalecidas", comenta o especialista.

A begônia, flor classificada como perene (ou seja, possui um ciclo de vida permanente), é outra espécie indicada por se adaptar muito bem às variações climáticas comuns no Outono e no Inverno. "Em casos de geada, frequentes na região centro-sul do Brasil, é importante evitar o contato direto das plantas com o gelo, se possível. Mas, a manutenção da adubação auxilia para que cheguem exuberantes à Primavera", diz o biólogo.

Por haver mudanças constantes na temperatura, com dias de Sol forte, é essencial regar as plantas duas vezes ao dia: no começo da manhã e no final da tarde. "É bom prestar atenção na umidade da terra antes de molhá-la, pois essas estações também trazem dias úmidos e a terra pode não estar muito seca", afirma Marcelo Muller.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade