Consumidora comprou 'ovo de plástico' da China?

Vídeo de suposta moradora do Rio de Janeiro vem causando polêmica

por Marcelo Fraga 26/06/2018 14:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Twitter/chicobarney/Reprodução
É falsa a informação de que "ovos de plástico" fabricados na China estão sendo vendidos no mercado brasileiro (foto: Twitter/chicobarney/Reprodução)
Um vídeo que começou a circular recentemente nas redes sociais mostra uma mulher reclamando de ovos de galinha que comprou e cuja casca supostamente seria feita de plástico. Ou seja, os produtos não seriam naturais, mas sim, fabricados artificialmente. Nas imagens recém divulgadas, a suposta consumidora, que seria da cidade de Petrópolis (RJ), afirma, ainda, que a textura da clara e da gema estavam estranhas e que não existia o cheiro característico de ovo. A mulher também aproveitou para fazer um alerta aos espectadores, dizendo que o "misterioso" produto teria sido fabricado na China por "mãos humanas" e estaria se espalhando pelo Brasil.

De acordo com o site É Ou Não É, o serviço de checagem de boatos do portal de notícias G1, não é possível comprovar a veracidade dos fatos narrados no vídeo publicado nas redes sociais. Segundo o site, a afirmação da mulher, dando conta de que os ovos comprados por ela eram feitos de plástico, é falsa. Para chegar a essa conclusão, o G1 ouviu Roberta Ribeiro, coordenadora do laboratório da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro. A especialista afirma que se trata, na verdade, de ovos velhos. "Após ser posto pela galinha, com o passar do tempo, o ovo vai envelhecendo e liberando água. Assim, a clara densa se une à líquida e o ovo fica mais fluido, parecendo que o está aguado. Em seguida, o ovo, por ter casca porosa, começa a 'evaporar' e passa a ter uma aparência plástica", comenta em entrevista ao portal de notícias da Globo.

No famigerado vídeo aparece a marca da Per'fa Alimentos na embalagem que seria dos supostos "ovos de plástico". Em contato com o G1, a empresa, cuja sede fica na cidade de Contagem (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, esclarece que todas as suas granjas ficam no Brasil e que são auditadas pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF), selo emitido pelo Ministério da Agricultura. Além disso, conforme o comunicado enviado pela Per'fa, ela "está tomando as medidas judiciais cabíveis para identificar os autores do vídeo e os responsáveis pela divulgação".

Nota

Em suas redes sociais, a distribuidora mineira de ovos publicou uma nota de esclarecimento dizendo que "apesar de acreditar que os consumidores conseguem perceber as inverdades contidas no vídeo, o nome da empresa está sendo exposto de maneira indevida e ilegal, associando-a a uma fraude". Ainda no comunicado, a Per'fa declara que "há mais de 30 anos fornece produtos dentro de um rigoroso controle de qualidade".

Confira, abaixo, o vídeo polêmico que vem sendo compartilhado na internet:

Últimas notícias

Comentários