Globo está sendo processada por Bibi Perigosa

Ex-mulher de traficante carioca quer direitos da personagem que aparece na novela A Força do Querer

por João Paulo Martins 23/07/2018 13:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/bibiperigosa/Reprodução
Com a exibição da novela A Força do Querer em outros países, Bibi Perigosa (foto), que serviu de inspiração para uma das personagens, está processando a Globo por direitos autorais (foto: Instagram/bibiperigosa/Reprodução)
Logo após lançar o livro Perigosa, em 2014, a escritora e roteirista carioca Fabiana da Rocha Escobar, conhecida como Bibi Perigosa, de 35 anos, vendeu os direitos da obra para a Rede Globo. A emissora do Rio de Janeiro tinha interesse em usar a história de vida dela, que foi casada por 14 anos com o traficante Saulo de Sá Silva, vulgo Barão do Pó, que comandava a distribuição de cocaína na favela da Rocinha e foi preso em 2008.

O conteúdo do livro serviu de inspiração para a personagem vivida pela atriz Juliana Paes na novela A Força do Querer, criada por Glória Perez e exibida em 2017. Agora, com a exibição do folhetim em outros países, Bibi Perigosa está processando a Globo devido aos direitos autorais. A informação foi divulgada pelo jornalista Leo Dias, em sua coluna publicada nesta segunda, dia 23 de julho no jornal carioca O Dia.

"Fabiana Escobar, a Bibi Perigosa, move um processo contra a TV Globo para reivindicar direitos autorais. É que a novela A Força do Querer está sendo televisionada em alguns países da América Latina como Uruguai, Equador e El Salvador, e Fabiana quer receber a sua parte referente a exposição da personagem principal da trama que foi inspirada em sua história de vida", informa Leo Dias, que também é apresentador do programa Fofocalizando, do SBT/Alterosa.

O colunista diz que entrou em contato com a emissora, que afirmou apenas que "desconhece a ação movida por Fabiana Escobar".

Porém, além de Leo Dias ter citado o processo que foi aberto na 43ª Vara Cível do Rio de Janeiro, Bibi Perigosa também compartilhou a informação em sua conta oficial do Instagram, na sexta, dia 20 de julho. "Esclarecendo: esse processo não é uma investigação sigilosa. O site do Tribunal de Justiça [do RJ] é aberto pra consulta. Não tem porque ficar em silêncio quando a pessoa lesada por não cumprimento de contrato sou eu. Para quem já enfrentou tantos monstros... Apenas mais um", afirma Fabiana Escobar no texto que acompanha a imagem que reproduz as infromações do processo na justiça carioca.

Pelas informações que constam no andamento processual, por ter sido iniciado em maio deste ano, ele ainda está sendo distribuído dentro do TJRJ, o que explicaria o desconhecimento da Globo sobre o tema.

Últimas notícias

Comentários