Publicidade

Estado de Minas ELEIçõES 2018

Em comício no Acre, Bolsonaro diz que vai 'fuzilar petralhas'

Vídeo mostra atitude polêmica do candidato a presidente; confira!


postado em 03/09/2018 08:48 / atualizado em 03/09/2018 09:38

O candidato Jair Bolsonaro voltou a causar polêmica ao dizer que iria
O candidato Jair Bolsonaro voltou a causar polêmica ao dizer que iria "fuzilar" os petistas do Acre, em comício realizado em Rio Branco (foto: YouTube/MarkPSO/Reprodução)
Em campanha eleitoral realizada na cidade de Rio Branco, capital do Acre, no sábado, dia 1º de setembro, o candidato Jair Bolsonaro, do PSL, voltou a causar polêmica com seu discurso "inflamado". Além de reafirmar que o conceito de família se restringe apenas ao fruto do casamento de um homem com uma mulher, o deputado federal usou um tripé de câmera para simular o "fuzilamento" de petistas – esta atitude controversa foi divulgada em vídeo no YouTube.

"A família vai ser respeitada. Aqui tem macho e fêmea e não vamos admitir que nossas crianças continuem sendo pervertidas em programas de governo. Respeito a opção de qualquer um, vai ser feliz, mas não vamos brincar com nossas crianças", diz Bolsonaro de cima do carro de som, estacionado em frente ao Cine Teatro Recreio, às margens do rio Acre.

Mais tarde, o candidato do PSL resolveu "brincar" com um tripé de câmera, que se assemelha a um "fuzil". "Vamos fuzilar a petralhada [sic] aqui do Acre. Vamos botar esses picaretas para correr do Acre. Já que eles gostam tanto da Venezuela, essa turma tem que ir para lá. Ah, só que lá não tem nem mortadela, vão ter que comer é capim mesmo", diz Jair Bolsonaro para os seus apoiadores acreanos, conforme divulgado pelo portal de notícias G1, da Globo. Para quem não sabe, o termo pejorativo "petralha" é uma mistura de "petista" com "metralha", os personagens bandidos das histórias em quadrinhos do Tio Patinhas, da Disney.

Publicado no dia 2 de setembro no YouTube, o vídeo com a "brincadeira" de mau gosto do presidenciável já recebeu 178 comentários, muitos deles contrários à atitude do deputado. "Bolso [sic] está passando do limite. Isso não é comportamento presidencial. Pelo menos 1/3 do país é de esquerda. Vai fuzilar todo mundo?", critica o usuário intitulado Jenner J Cruz. "Este lixo [sic] é um criminoso demente [sic]. Que o que ele deseja fazer aos outros retorne pra ele", comenta o internauta Cih de Aquino. "Esse cara é um doente! Fala sério! Devia estar fora de qualquer eleição e preso", diz Eliane Heeren. "Sou um homossexual casado com uma mulher trans e o nosso filho [adotivo] é negro. Minha família inteira esta com medo do que pode acontecer caso Bolsonaro ganhe. Sempre achei que o Brasil fosse um país acolhedor e tolerante, mas hoje vejo que não é bem assim e tem muita gente preconceituosa que quer ver pessoas como eu mortas. Tristes tempos", reclama Gustav Einarsson.

Confira, abaixo, o vídeo polêmico do comício de Jair Bolsonaro em Rio Branco:

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade