Publicidade

Estado de Minas SOLIDARIEDADE

Saiba como ajudar o Hospital da Baleia a enfrentar a pandemia do novo coronavírus

Instituição criou a campanha SOS Covid-19, que está arrecadando fundos para a compra de EPIs e alimentos


postado em 08/05/2020 15:22 / atualizado em 08/05/2020 17:04

O Hospital da Baleia, na região leste de Belo Horizonte: pandemia do novo coronavírus complicou ainda mais o funcionamento da instituição, uma das mais importantes da capital mineira(foto: Hospital da Baleia/Divulgação)
O Hospital da Baleia, na região leste de Belo Horizonte: pandemia do novo coronavírus complicou ainda mais o funcionamento da instituição, uma das mais importantes da capital mineira (foto: Hospital da Baleia/Divulgação)
O Hospital da Baleia, localizado na região leste de Belo Horizonte, é conhecido por seu trabalho filantrópico. Entretanto, há muito tempo a instituição efrenta dificuldades para se manter funcionando. A situação se complicou ainda mais com a chegada da pandemia do novo coronavírus. "Por recomendação das autoridades de saúde, passamos 30 dias sem poder realizar cirurgias eletivas, e 70% da receita do hospital vêm desse tipo de procedimento, por meio do SUS", explica a gerente de Mobilização de Recursos do Hospital da Baleia, Danielle Ferreira.  Ainda segundo ela, a instituição acumula cerca de R$ 1 milhão de prejuízo a cada mês. "Uma consulta custa ao hospital R$ 65, mas, desse valor, o SUS só nos repassa R$ 15", exemplifica a gerente.

Para tentar amenizar essa situação delicada, o Hospital da Baleia criou a campanha SOS Covid-19, onde sociedade civil e empresas podem realizar doações em dinheiro para a compra de equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas, máscaras, aventais e óculos, além de alimentos. A instituição está distribuindo máscaras para todos funcionários, mesmo os que não estão na linha de frente do combate à Covid-19.

Há também distribuição de máscaras para pacientes que vão ao hospital peridicamente realizar tratamentos de hemodiálise e de combate ao câncer. Os valores arrecadados com a campanha também devem ser destinados para a compra de cestas básicas que serão entregues a essas pessoas, de acordo com a situação financeira de cada um deles.

Pessoas físicas podem doar para a SOS Covid-19, do Baleia, partir de R$ 35, e valores múltiplos dessa quantia. Para pessoas jurídicas, a instituição criou cotas que variam de R$ 5 mil a R$ 20 mil. "A sociedade tem um papel extremamente importante para nos ajudar a cumprir nossos compromissos com a população, uma vez que atendemos pacientes de 88% dos municípios mineiros, sendo que 94% de todos os nossos atendimentos são pelo SUS", comenta Danielle Ferreira.

As doações de pessoas físicas podem ser realizadas diretamente no site do Hospital da Baleia, por meio de cartões de débito e crédito, além de débito em conta e boleto
. Já as empresas que queiram ajudar devem entrar em contato com a instituição por meio do telefone (31) 3489-1654.

A gerente reforça, ainda, a importância da campanha de doação de troco, que já ocorre há algum tempo nos supermercados EPA e nas drogarias da rede Araújo, onde os clientes têm a opção de realizar doações para o Hospital da Baleia na hora de pagar as compras, contribuindo com o dinheiro que seria do troco, ou arredondamento, no caso de pagamento em cartão.

Dados bancários do Hospital da Baleia para a campanha SOS Covid-19
Banco : Caixa Econômica Federal (104)
Agência : 0092 
Conta  corrente: 503.027-3 Operação: 03 
CNPJ: 17.200.429/0001-25
Nome do favorecido: Fundação Benjamim Guimarães - Hospital da Baleia

Apontando a câmera do seu celular para o QR Code ao lado, você será direcionado para o site onde podem ser realizadas as doações (é necessáro ter um app instalado para que o smartphone reconheça a imagem).


Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade