Publicidade

Estado de Minas MISTICISMO

Confira as previsões de Alexandre Cigano para 2019

Ele fala sobre Bolsonaro, futebol e celebridades


postado em 31/12/2018 13:00 / atualizado em 31/12/2018 11:59

Nas previsões de Alexandre Cigano, o presidente Jair Bolsonaro não fará nenhum
Nas previsões de Alexandre Cigano, o presidente Jair Bolsonaro não fará nenhum "milagre", precisando tomar cuidado com decisões "erradas" (foto: Janine Moraes/Agência Câmara/Divulgação)

Com certeza o ano de 2019 promete novidades, ainda mais com o novo governo que se inicia em 1º de janeiro e que já é sinônimo de mudanças. Mas, para além dessa certeza, muitas pessoas ficam de olho nos astrólogos, sensitivos e tarólogos que sempre divulgam suas previsões no final de ano.

É o caso do sensitivo mineiro Alexandre Cigano, que mora em Belo Horizonte e que desde os 17 anos diz incorporar a entidade intitulada Cigano das Sete Estradas, que lhe permite "vislumbrar acontecimentos futuros". Ele é neto da famosa ialorixá Mãe Menininha do Gantois (1894-1986), de Salvador (BA), uma das mais admiradas mães-de-santo do Brasil.

À Revista Encontro, Alexandre enviou suas previsões para 2019. "O que me preocupa é a carta Imperatriz [tarô] como arcano de sombra, o que prediz um ano de tristezas para as mães. Muitas derramarão lágrimas em 2019. Também será um ano de poucos nascimentos e de aumento da mortalidade infantil. O campo da lavoura terá uma grande baixa. É um período de pouca criatividade e desenvolvimento. Porém, os sacrifícios feitos na luz conseguirão nos dar a força e os recursos para seguirmos em frente. Não quero aqui passar como um Nostradamus [famoso médico francês do século XVI], que só fala em desgraça, mas o tarô é assim, ele nos traz notícias e lidar com elas é de acordo com o nosso livre-arbítrio", comenta o sensitivo mineiro.

Acontecimentos temerosos

"2019 será um ano de muita guerra, terrorismo, desastres. Brigas e discórdias não faltarão", diz Alexandre Cigano. Segundo ele, Itália, Cuba, China, Espanha e Brasil terão problemas, gerando muitas mortes, não apenas por desastres naturais. "Não será um ano nada fácil, pois a energia terrestre ainda passará por provações. Como sempre, riscos de acidentes. Teremos muitas tempestades. Atos de terrorismo em nosso país no decorrer do ano. No Japão, teremos uma revolução mundial, trazendo inúmeros ataques".
Ele diz que vê uma "tragédia governamental" causada pelo atual presidente dos Estados Unidos, o empresário Donald Trump, e que pode estar ligada à questão nuclear.

"Terremotos aqui no Brasil, sobretudo no sudeste e no sul. A fúria das águas também não irá faltar. Na Argentina, período nada agradável, trazendo um momento de crise. Seu atual governante tentará, mas vejo muita guerra entre a população e seus governantes. Cuba, França e Venezuela: períodos de queda em sua moeda. Mortes e tragédias não irão faltar no decorrer do ano de 2019".

O sensitivo diz que haverá um acidente aéreo em São Paulo, "deixando vários mortos". "Isso também em alguns países. Um ano de muitas mortes através do fogo", completa o mineiro.

Política

De acordo com as previsões de Alexandre Cigano, em 2019 vivenciaremos novas crises governamentais. "Para o atual presidente [Jair Bolsonaro], um ano de muitos acontecimentos, tendo apoio de governantes mundiais. Mas isso não quer dizer que ele fará milagres. Haverá pequenas mudanças, mas terá que fazer uma política limpa. Ao decorrer do ano teremos falhas, por decisões erradas; não vejo melhoras".

Ainda segundo Cigano, o Brasil vivenciará "uma ditadura". "Caindo sobre o nosso país como a terceira guerra mundial, trazendo estragos não só aqui como também em outros países. Um ano que ele terá que ter a palavra 'paz' para não criar situações, mas, aliado a outras pessoas ele não saberá ter seu posicionamento. Mas, isso não quer dizer que o atual escolhido pela nossa sociedade não fará um belo trabalho".

Ele alerta que Bolsonaro terá de "tomar cuidado com Sérgio Moro". "Vejo conflitos onde a força dos antepassados terá sua elevação no mundo terrestre, atingindo a todos. A história sobre o ex-presidente Lula não terá fim enquanto não existir um planejamento de união dos demais partidos".

Sobre o governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema, o sensitivo afirma que fará um "trabalho com mudanças, mas tendo que tomar cuidado para não se enrolar". "Tentará concertar um estado que está literalmente precário, mas, mortalidade, roubos nos cofres públicos e outros fatores terão continuidade. Ninguém tem condição de mudar um país, estado ou o mundo tão rapidamente", diz as previsões do mineiro.
Em relação às celebridades, o sensitivo mineiro prevê um novo amor para o craque brasileiro Neymar Jr.(foto: Instagram/neymarjr/Reprodução)
Em relação às celebridades, o sensitivo mineiro prevê um novo amor para o craque brasileiro Neymar Jr. (foto: Instagram/neymarjr/Reprodução)
Sobre as celebridades

Em relação ao craque Neymar Jr., de 26 anos, do Paris Saint-Germain (PSG) e da Seleção Brasileira, que terminou o namoro com a atriz Bruna Marquezine, de 23, em outubro de 2018, Alexande Cigano prevê "mudanças". "Até mesmo um amor pode chegar à sua vida. Como o amor é assim, ela irá engravidar automaticamente do jogador, nada que uma perda não faça a atriz [Marquezine] cair em si".

Segundo o sensitivo, com Iansã em Oxum e Ogum, o ano será de "deslizes" para muitos artistas. "Ogum fala que muitos casamentos irão prevalecer. Sabrina Sato terá um período promissor, o nascimento de sua filha poderá trazer para musa um período positivo. Para Luciana Ximenes, um grande amor baterá em sua porta, trazendo período bastante promissor".

Fora do Brasil, Lady Gaga, Beyoncé e Madonna, conforme as previsões, serão os destaques do ano. A intérprete de sucessos como Like a Virgin e Vogue retornará aos holofotes, como mostra Cigano, lançando um novo álbum e retorno às turnês mundiais.

Mas nem tudo será alegria. "Muitos também passarão por diversos períodos negativos, como perdas de parentes e também riscos aéreos. Vejo um acidente fatal de cantor sertanejo. O cantor Leonardo precisa ter atenção às perdas familiares. Para a dupla Chitãozinho e Xororó será um ano promissor, mas tendo cautela em relação a riscos aéreos".

De acordo com o sensitivo mineiro, um apresentador do SBT/Alterosa "irá passar dessa para melhor, deixando lembranças".

"Suzana Vieira terá deslizes ao combater o câncer, mas pela vibrações dos orixás ela passa se recuperará. Renato Aragão irá para as mãos do Criador. Sandy terá um para cuidar da vida pessoal, mesmo assim a cegonha baterá novamente em seu destino. Já Vanessa Camargo 'renascerá'", diz Alexandre Cigano.

A apresentadora Ana Maria Braga, do programa Mais Você, da TV Globo, companheira do Louro José, acabará se afastando da atração global, segundo as previsões.

"Pablo Vittar terá um ano muito promissor, até mesmo com convites para alguma novela ou minissérie, trazendo sucesso. Um grande amor entrará em sua vida. Wesley Safadão, mais uma vez, terá falta de equilíbrio emocional, o que poderá representar um período negativo voltado para a área jurídica. Ogum e Oxóssi continuam na proteção, tendo várias viagens internacionais e expansão na área familiar. Muitas fofocas o colocarão mais uma vez em conflito".

Já a cantora carioca Anitta, conforme Alexandre Cigano, "precisa se precaver para que não haja perda de um ente querido na família". "Terá seu reconhecimento. Peço apenas atenção para que seu crescimento não torne um transtorno negativo. Grande mudança na sua vida afetiva, até mesmo uma cegonha podendo chegar até ela".

Futebol

"Corinthians, Palmeiras, Botafogo, Vasco e Bahia terão um ano bacana, terão um destaque maior", diz o sensitivo.

Ele afirma que a taça do Campeonato Mineiro de 2019 virá do duelo entre Cruzeiro e Atlético-MG. "Sendo que o Cruzeiro não terá sua fortaleza no ano regente, o Galo virá com sua força toda. Não se esquecendo do América, que terá uma grande revelação e algumas mudanças não só de técnico, mas de elenco".

Conforme as previsões, o time em destaque do ano será o Atlético Mineiro, "tendo um período de muitas mudanças não só de jogadores como um alicerce um pouco melhor do que o ano de 2018".

Na Taça Libertadores da América, de acordo com o mineiro, São Paulo poderá "dar a volta por cima". "Cruzeiro e Atlético com período positivo".

Já na Sul-Americana, o Grêmio aparece em queda. "Vejo que um time de fora irá se destacar melhor que os times brasileiros juntos com Iansã e Oxóssi e Iemanjá", completa Alexandre Cigano.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade