Publicidade

Estado de Minas MERCADO

Alex Atala lança marmita de alta gastronomia

O restaurante Dalva e Dito passa a oferecer marmitex que chega a R$ 50


postado em 13/03/2018 11:11 / atualizado em 13/03/2018 11:34

O premiado chef de cozinha paulista Alex Atala está causando alvoroço na internet depois que anunciou que seu restaurante Dalva e Dito passou a oferecer serviço de marmita. O estabelecimento de alta gastronomia, especializado na culinária brasileira, fica no Jardim Paulista, na cidade de São Paulo (SP), e possui uma estrela do famoso Guia Michelin.

Desde segunda, dia 12 de março, clientes podem buscar as marmitas, elaboradas nas tradicionais embalagens de alumínio, no Mercadinho Dalva e Dito. O serviço, segundo o próprio restaurante, passa a ser oferecido de segunda a sexta, das 11h às 15h, e existem duas opções para "agradar" a todo o público: versão ovo-vegetariana e outra com carne, peixe ou frango. Por enquanto, não são feitas entregas e o "marmitex de luxo" deve ser retirado no balcão do estabelecimento.

Dependendo do "tamanho" da fome, os clientes do Dalva e Dito podem optar pela marmita de 400 gr, com carne, que custa R$ 35; ou pela de 800 gr, com carne, que sai a  R$ 50. Já a versão vegetariana pode ser adquirda por R$ 27, mas apenas na opção de 400 gr. Na segunda, o cardápio inclui arroz, feijão, couve e ovo, na versão vegetariana; e arroz, feijão, couve e picadinho de carne, para os demais clientes.

Além desse estabelecimento, Alex Atala também está à frente do renomado restaurante D.O.M., também em São Paulo, que possui duas estrelas Michelin e é considerado o 16º melhor do mundo, conforme o ranking da premiação The World's 50 Best Restaurants 2017.

Claro que os internautas não deixaram passar em branco o anúncio da "marmita de luxo". "Com 50 conto [sic] a marmita fica em casa e eu vou ser feliz no restaurante", brinca o perfil @gouvea no Twitter. "Por 50 reais, a marmita tinha que vir empratada... Pago 12 [reais] e ainda dá pra três pessoas", comenta a usuária @_stalkiane. "Por esse valor, ficaria feliz se viesse arroz piamontese com parmigianno regianno com lascas de jamón de pata negra, 36 meses de maturação, com um belo bife kobe, 100% comprovada a procedência da carne japonesa. Seria uma pechincha", ironiza o internauta @santiagoqueiroz, na mesma rede social.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade