Publicidade

Estado de Minas NATAL

Sete panetones artesanais que podem ser comprados em BH

Doces, salgados, franceses e mineiros. Nas docerias e padarias da capital, existem opções para todos os gostos neste Natal


postado em 10/12/2020 00:42 / atualizado em 10/12/2020 00:45

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
Conta a lenda que o panetone surgiu na Itália, no final do século XV, pelas mãos de um ajudante de cozinha chamado Toni. Durante a ceia de Natal do duque de Milão, o aprendiz acabou cochilando enquanto assava os biscoitos de sobremesa. Desesperado por ter estragado a receita, ele juntou a massa fermentada que sobrou com farinha, ovos, açúcar, passas e outras frutas cristalizadas. Assim nascia o "pão Toni". Verdade ou não, uma coisa é certa: o panetone caiu no gosto do brasileiro. Um levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães Industrializados (Abimapi) apontou que a receita movimentou mais de 745 milhões de reais no último Natal.

Por isso, produzimos uma lista com sete opções artesanais, feitas pelas mãos de estabelecimentos que são referência no ramo, em Belo Horizonte. E tem para todos os gostos: desde o salgado - isso mesmo! - até os doces mais sofisticados.

Caramelados Gourmet

Da Itália para Minas: o panetone de Doce de leite da Caramelados Gourmet promete fazer sucesso no paladar dos mineiros(foto: Leonardo Benfica/Divulgação)
Da Itália para Minas: o panetone de Doce de leite da Caramelados Gourmet promete fazer sucesso no paladar dos mineiros (foto: Leonardo Benfica/Divulgação)
Nas mãos da chef Dany Caramelados, a receita que nasceu na Itália ganha toques que já fazem sucesso no paladar dos mineiros. O cuidado começa na massa. "É uma criação minha", conta a doceira. "Pesquisei e testei bastante para conseguir deixá-la assim: macia e bem úmida, combinando o recheio". Recheio este que é colocado com fartura e sem miséria. Feito com doce de leite trufado e um creme especial da casa, para equilibrar o sabor do açúcar, a mistura é colocada em proporções generosas, tanto dentro quanto fora do panetone. E para finalizar, um toque de amêndoas lascadas. O panetone grande custa 79 reais e é entregue ao cliente em uma caixa ou lata decorada. A Caramelados Gourmet também conta com outros sabores, como Kinder Bueno, trufado meio amargo, limão siciliano e frutas vermelhas, doce de leite trufado, creme de avelã e ninho com creme de avelã.

Endereço: avenida Guarapari, 826, Santa Amélia

Doce Que Seja Doce

Na versão mini: a Doce Que Seja Doce criou um kit com os seus quatro sabores de panetones(foto: Doce Que Seja Doce/Divulgação)
Na versão mini: a Doce Que Seja Doce criou um kit com os seus quatro sabores de panetones (foto: Doce Que Seja Doce/Divulgação)
A pandemia trouxe alguns aprendizados importantes para a chef Luana Drumond. Enquanto tentava se adaptar ao delivery, vendo quais itens eram mais procurados pelos clientes, a empresária observou uma tendência nos pedidos. "Começamos a vender kits de bolos no pote e vimos que as pessoas gostaram da proposta: porções menores para experimentar mais sabores". O combinado dos bolos ganhou uma versão natalina, feita com os 4 sabores de chocotone recheados inspirados nas receitas que consagraram a Doce que seja doce: Matilda, pistache com framboesa, caramelo e Chocolatudo. "Também inovamos este ano: começamos a produzir a nossa própria massa de panetone", diz Luana. "Ela é bem leve, muito macia. O resultado está surpreendente". O kit com os quatro, na versão mini, é vendido por 85 reais na loja e 89 nos aplicativos de entrega. Quem já tem um favorito entre as quatro receitas pode pedir a versão maior, feita com bastante recheio. Os preços giram em torno dos 89 reais. As encomendas podem ser feitas pelo Instagram ou pelo site da Doce que seja doce.

Endereço: rua Antônio de Albuquerque, 304, Savassi
Instagram@docequesejadoce

Du Pain

Como manda a tradição: para fazer o seu panetone, o padeiro Ronaldo Souza, da Du Pain, voltou às raízes e resgatou a receita original, criada em Milão na Idade Moderna(foto: Du Pain/Divulgação)
Como manda a tradição: para fazer o seu panetone, o padeiro Ronaldo Souza, da Du Pain, voltou às raízes e resgatou a receita original, criada em Milão na Idade Moderna (foto: Du Pain/Divulgação)
O panetone da padaria do Mercado Central é feito com geleia de laranja, frutas cristalizadas, amêndoas, farinha orgânica e muita história. O padeiro Ronaldo Souza pesquisou a fundo a origem do prato e descobriu que as primeiras receitas eram feitas com fermentação natural. "Particularmente sempre optei na busca de receitas em sua origem, além de ser um enorme desafio é também um prazer replicar nos dias atuais algo que se comia há séculos", conta o padeiro da Du Pain. Para tirar o melhor do que o levain oferece, o padeiro criou um processo único de produção, que demora cerca de 36 horas para ficar pronto. O toque final é um dos mais peculiares: após serem retirados do forno, os panetones ficam por 6 horas descansando de cabeça para baixo. O resultado é uma massa bem macia e leve. A Du Pain também trabalha com um panetone recheado com chocolate meio amargo e castanha do Pará. As duas versões são vendidas à R$ 59 e vão acompanhadas de uma ecobag de presente. Também vale a pena conhecer a rabanada da casa, feita com brioche, calda de flor de laranjeira, creme de amêndoas e assada no forno, trocando o processo de fritura por outro mais saudável. A porção de 380g custa 39 reais.

Endereço: avenida Augusto de Lima, 744, Mercado Central, Centro
Instagram@du.pain

Espetacular Doceria

A monalisa de Elisa: para a pâtissière, o panetone recheado com pralinê é uma obra prima.
A monalisa de Elisa: para a pâtissière, o panetone recheado com pralinê é uma obra prima. "Todo ano eu faço uma receita nova, com um pezinho na França. Mas este chocotone é, sem dúvidas, o mais sofisticado que já fiz" (foto: Débora Gabrich/Divulgação)
Para a pâtissière Elisa Dayrell, o Natal chega com um sabor de dever cumprido. "Todo ano eu faço uma receita nova, com um pezinho na França. Mas este chocotone é, sem dúvidas, o mais sofisticado que já fiz", conta a chef. E não é para menos. Cada ingrediente usado no recheio foi pensado nos últimos detalhes, combinando texturas e sabores. Para trazer algo crocante ao recheio, a pâtissière fez um praliné com amêndoas, nozes e avelã. As castanhas são torradas lentamente, criando um caramelo na panela. O doce é quebrado em pedacinhos e misturado com uma ganache de chocolate e pedaços da massa do panetone. "Assim eu tenho um chocotone bem firme, que não despedaça e com o recheio bem distribuído". A versão grande é vendida a 92 reais. Outra aposta da Espetacular Doceria para o Natal é a caixa com os mendiants, chocolates de alta qualidade que são cravejados com diversos ingredientes que fogem do comum, como limão cristalizado, blueberry desidratado, canela, café, pimenta e muitos outros. O pacote com 6 unidades é vendido a 90 reais.

Endereço: R. Bernardo Guimarães, 229, Funcionários

Fany

Uma novidade em meio aos clássicos: o chocotone com especiarias da Fany Bombons combina a qualidade da doceria com uma receita nova, criada no ano passado(foto: Fany Bombons/Divulgação)
Uma novidade em meio aos clássicos: o chocotone com especiarias da Fany Bombons combina a qualidade da doceria com uma receita nova, criada no ano passado (foto: Fany Bombons/Divulgação)
A tradição é tão importante na cozinha da Fany Bombons quanto a quantidade certa de cada ingrediente. Com quase 40 anos de história, a doceria gosta de criar receitas para os períodos comemorativos que façam homenagem aos sabores das tortas que há 27 anos adoçam o paladar dos mineiros. Mas uma novidade desponta forte em meio aos clássicos. "Tem apenas dois anos que criamos o nosso chocotone com especiarias", conta Ari Balabram, sócio da Fany. Entre os temperos exóticos, está a canela, amêndoas torradas e outros ingredientes que o empresário não revela. "E, obviamente, muito chocolate!", garante Ari. "Nós trabalhamos com um blend próprio, usando alguns produtos da Barry Callebaut e outros nacionais". O chocotone grande sai a 150 reais e o mini a 50 reais.

Endereço: R. Pium-í, 1.636, Sion e BR-356, 2.500, Ponteio Lar Shopping, Santa Lúcia / Av. do Contorno, 6.061, piso 1, Pátio Savassi, São Pedro
Instagram@fanybombons

O Granulado

Nova geração Nutella: um dos carros chefes para o Natal d%u2019O Granulado é a Nuveludo, feito com Nutela Branca e creme de ninho.
Nova geração Nutella: um dos carros chefes para o Natal d%u2019O Granulado é a Nuveludo, feito com Nutela Branca e creme de ninho. "É uma versão diferente, para quem quer fugir da Nutella tradicional e do chocolate ao leite", conta a chef, conta Joana Moura (foto: O Granulado/Divulgação)
Para a chef Joana Moura, o Natal é uma época mágica. Mas a comemoração de 2020 será um pouco mais especial. "Criamos doces, embalagens e uma decoração nova. É uma maneira de levar um carinho, um mimo para quem você gosta, em um ano que a gente passou tanto tempo distante". Além das lembrancinhas, como o cartão cookie (R$ 18) e uma singela árvore de natal de chocolate crocante (R$ 28), a doceria também conta com várias opções de chocotone, baseadas nos sabores dos bolos que conquistaram os clientes. Uma boa pedida para quem quer experimentar algo pouco conhecido é o Nuveludo, feito com creme de leite ninho e Nutella branca. "É uma versão diferente do Nuteludo, para quem quer fugir da Nutella tradicional e do chocolate ao leite", conta a chef, que deixou o nome do doce ser batizado pelos seguidores da doceria. Já a massa escolhida pela Joana é feita com fermentação natural, trazendo uma leveza para o panetone. O Nuveludo é vendido a 109 reais e é entregue ao cliente em uma embalagem exclusiva, planejada para o Natal d’O Granulado.

Endereço: rua irmão Gonçalves Xavier, 82, São Pedro / Alameda Oscar Niemeyer, 1033, loja 31, Vila da Serra
Instagram@ogranulado

Verdemar

Apesar de incomum, a linha de panetones salgados do Verdemar tem feito bastante sucesso nos últimos anos(foto: Verdemar/Divulgação)
Apesar de incomum, a linha de panetones salgados do Verdemar tem feito bastante sucesso nos últimos anos (foto: Verdemar/Divulgação)
Quando o assunto é variedade de receitas para panetones, difícil alguém ter tantas opções quanto o Verdemar. A rede de supermercados conta com 5 linhas de produtos: doces, especiais, light, gourmet e salgados. Sim, salgados! O gosto diferente e raramente associado à receita natalina tem conquistado um espaço no paladar dos clientes. Para este ano, os sabores produzidos pelo Verdemar são: bacalhau, carne seca, cebola roxa caramelizada e queijo gruyere e presunto e queijo provolone. Cada um pode ser aproveitado da maneira que preferir, seja em um café da manhã ou como entrada para um prato principal. A recomendação do supermercado é harmonizar o sabor salgado com uma bebida, como um bom vinho espumante ou Carménère. As unidades pesam aproximadamente 500 gramas e os preços variam entre R$ 22,95 e R$ 25,95.

Endereço: avenida Professor Mário Werneck, 1500, Buritis.(e mais 12 endereços)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade