Publicidade

Estado de Minas NEGÓCIOS

De olho nas oportunidades, empresário Hélio Santos expande atuação e investe nos bebedouros industriais

Os equipamentos, vendidos em modelos que comportam de oito a 400 litros de água fresca por hora, reúnem agilidade, praticidade e economia


postado em 29/11/2019 16:50 / atualizado em 29/11/2019 16:59

O empresário Hélio Santos de Freitas comemora o sucesso do seu novo negócio:
O empresário Hélio Santos de Freitas comemora o sucesso do seu novo negócio: "Estamos entre os cinco maiores fabricantes de bebedouros industriais de todo o Brasil" (foto: Alexandre Rezende/Encontro)
Às vésperas do início do solstício de verão, dias quentes e o tempo seco já estão incomodando muita gente. Na capital mineira, os termômetros chegaram a marcar 37ºC e a recomendação dos especialistas é sempre não economizar no uso do protetor solar e muito menos na hidratação. Pensando nisso, há seis anos o empresário mineiro Hélio Santos de Freitas teve um insight. Sabedor de que uma das maiores habilidades dos empreendedores de sucesso é a capacidade de transformar ideias em negócios rentáveis, fez de um nicho de mercado uma nova oportunidade.

Naquela época, a A4 Expositores, empresa por ele fundada há 20 anos, em Belo Horizonte, já não atendia à sua pretensão de produzir em maior quantidade. O mercado de expositores, display e aramados para lojas e supermercados havia saído do seu ápice de vendas. Por outro lado, a necessidade dos estabelecimentos, independentemente do tamanho, de disponibilizar água potável e fresca a seus funcionários sempre foi real e obrigatória. "Segundo a Lei 6.514, que trata da segurança do trabalho, as empresas têm de fornecer 250 ml de água por homem/hora", diz Hélio.

Diante da possibilidade de expandir os negócios, o empresário não titubeou. Em 2013, ampliou a sua área de atuação e fundou a Belfrio, especializada na fabricação de bebedouros industriais. "A ideia foi amadurecendo com o tempo. Iniciamos a fabricação, de fato, há seis anos e para minha alegria a coisa aconteceu", diz. A demanda pelo produto foi se tornando cada dia mais crescente, nos mais variados segmentos. Clubes, academias, associações, prédios, fábricas, restaurantes, são apenas alguns deles. Os bebedouros, vendidos em modelos que comportam de oito a 400 litros de água fresca por hora, reúnem agilidade, praticidade e economia. "Em comparação aos purificadores, que possuem reservatório para apenas 1,8 litro, a relação custo-benefício é bem maior", diz.

Mesmo com o faturamento da empresa triplicado, Hélio não se acomodou. Investiu ainda mais na fabricação de bebedouros resistentes, duráveis e ergonomicamente atraentes. A experiência adquirida como técnico em mecânica, no tempo em que ainda era funcionário em grandes empresas, foi a chave para o seu sucesso como empreendedor. Os reservatórios, aprovados pelo Inmetro, são fabricados em polipropileno, o que garante estabilidade térmica e facilidade de higienização. A fábrica, com sede própria, fica no bairro Saudade, e conta com o apoio de revendas e assistência técnica em todo o país. "São mais de 1.500 pontos de vendas. Estamos entre os cinco maiores fabricantes do Brasil."

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade