Sabia que suplemento alimentar não é o mesmo que 'bomba'?

Nutricionista esportivo tira as dúvidas relacionadas à suplementação

por Da redação com assessorias 22/03/2017 12:08

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Segundo o nutricionista esportivo, para quem pratica atividade física, o ômega-3 é muito indicado para ajudar a fortalecer os músculos (foto: Pixabay)
Apesar da crise econômica que afeta diversos setores da economia brasileira, o mercado de suplementos não parece sentir o problema. Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos, de 2014 a 2016, o crescimento do setor no Brasil chegou a 12%. Além disso, a suplementação tem conquistado diferentes perfis de consumidores, que passaram a ver o produto com olhos diferentes.

Até então, quando se falava em suplemento, logo surgia à mente a ideia de anabolizante ou "bomba". Isso porque os compostos nutricionais têm mostrado grande eficácia não só a esportistas ou atletas, mas a qualquer pessoa que apresenta algum tipo de carência de um nutriente específico.

Para tirar as dúvidas sobre a ação da suplementação, o nutricionista esportivo Diogo Círico, da Growth Supplements, selecionou algumas questões acerca do assunto:

Quando se deve usar suplementos?
Quando a dieta já não consegue suprir alguma necessidade nutricional ou quando o corpo demanda algum nutriente específico. Vale lembrar que, para aproveitar o investimento nos suplementos, é recomendável que a compra seja sempre feita após recomendação de um profissional de nutrição.

Qualquer pessoa pode fazer uso?
Antes de tudo, as pessoas precisam entender que os suplementos e as chamadas "bombas" são coisas completamente distintas. O suplemento alimentar nada mais é do que o nutriente retirado de um alimento e concentrado em um produto específico. Qualquer pessoa que necessita de um tipo específico de nutriente pode consumir suplementos alimentares.

E para quem já é fitness?
Muitos esportistas, que já treinam, querem aumentar, de forma recorrente, a dose do suplemento, mas é preciso ter consciência do que é um bom condicionamento físico. Há os bem condicionados em técnicas, em força e em agilidade. Para aqueles que estão focando em treinos de força, os suplementos recomendáveis são creatina, leucina, whey protein, arginina e ômega-3. Já para aqueles que estão buscando a prática de endurance, ou seja, exercícios de longa duração, a indicação é beta-alanina, arginina, cafeína, ômega-3, whey protein e BCAA.

Qual é a recomendação para quem quer ganhar massa muscular?
Suplementos que são muito conhecidos, como a creatina, combinada com uma fonte protéica de rápida digestão e alto valor biológico, sendo o whey protein a melhor opção do mercado. A glutamina também pode acompanhar o whey e a leucina, um aminoácido que ajudará o tecido muscular a se recuperar mais rapidamente dos esforços do treino.

E para aqueles que querem "ganhar mais energia"?
No caso dos carboidratos, os suplementos mais indicados são maltodextrina, dextrose e batata-doce em pó. Para as proteínas, whey protein, albumina e proteínas vegetais, como soja, arroz e ervilha. Outras boas fontes de gordura são a pasta de amendoim e o óleo de coco.

Últimas notícias

Comentários