Restaurante nova-iorquino não tem chef, e sim, vovós na cozinha

O Enoteca Maria oferece pratos tradicionais e caseiros da Itália

por João Paulo Martins 19/10/2016 15:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Enoteca Maria/Reprodução
A cozinha do restaurante Enoteca Maria, em Nova Iorque (EUA), não é comandada por chefs, e sim, por simpáticas vovós de descendência italiana (foto: Facebook/Enoteca Maria/Reprodução)
Em 2007, o americano Jody Scaravella decidiu abrir um restaurante italiano em Nova Iorque (EUA), em lembrança à sua avó materna, que era italiana e passou para os descendentes a paixão pela culinária típica do país de Da Vinci. Parece ser apenas mais uma história de empreendedorismo, certo? Errado. O diferencial de Jody é que ele não optou por contratar um chef. Ao invés disso, ele preferiu buscar nonnas (ou vovós, em italiano) para tomarem conta da cozinha do estabelecimento. Foi aí que surgiu o Enoteca Maria – nome em homenagem à mãe do empresário.

Desde o início, o restaurante trabalha com várias matriarcas italianas na cozinha, preparando receitas típicas e com o gostinho caseiro que só as vovós sabem fazer. Nem precisa dizer que o local acabou chamando a atenção da mídia e dos nova-iorquinos. Afinal, quem não gostaria de provar uma lasanha feita da mesma forma que na casa de uma família da Itália?

Com o tempo e o sucesso da cozinha chefiada pelas nonnas, Jody Scaravella resolveu dar um tempero a mais ao Enoteca Maria. Em 2011, o americano criou um projeto em que o restaurante passou a receber receitas de vovós de várias partes do mundo. O chamado Nonnas of the World Virtual Book (Livro Virtual das Nonnas do Mundo) inclui pratos de países como Argentina, República Checa, França, Equador e Itália. "Minha intenção é que o livro se torne a maior coleção de receitas de avós, com seus dialetos e memórias, como um testemunho da cultura culinária das pessoas comuns de todo o mundo", diz Jody em texto publicado no site oficial do restaurante.

Essas opções internacionais passaram a fazer parte de um segundo menu do Enoteca Maria. Além disso, a partir de 2016, o proprietário deu um passo a mais no projeto e começou a convidar as nonnas estrangeiras para cozinharem para seus clientes.

Últimas notícias

Comentários