Publicidade

Estado de Minas ESPECIAL BAIRROS | SANTA EFIGêNIA

Santa Efigênia tem opções de diversão para todos os gostos

No bairro da região leste da capital mineira, é possível tomar uma cerveja gelada, assistir a uma peça ou curtir um show, de música erudita a rock pesado


postado em 28/09/2017 16:59

Um dos sócios do bar Oratório, cuja fachada é tombada pelo Patrimônio Cultural da cidade, Léo Ferreira:
Um dos sócios do bar Oratório, cuja fachada é tombada pelo Patrimônio Cultural da cidade, Léo Ferreira: "Como a casa fica bem na entrada do bairro, temos a vantagem da visibilidade" (foto: Violeta Andrada/Encontro)
Quem mora no Santa Efigênia não precisa ir longe para aproveitar a noite. A região conta com bons restaurantes, bares agitados, teatro com programação variada e espaços para shows que atendem desde quem curte música erudita a fãs de rock pesado. "Além de charmoso, familiar e tradicional, o bairro tem a vantagem de estar fora do eixo gastronômico da cidade", diz Robson Viana, chef do Ephigênia Bistrô. O restaurante tem pratos com pegada contemporânea, que abusam de ingredientes nacionais. O chef Robson Viana toca o negócio com as filhas Kelryma e Kemilly. Atualmente, o bairro já não assusta quem resolve empreender por ali, mas nem sempre foi assim. Quando Remo Peluso trocou a Savassi, onde estava por sete anos, para montar o Província di Salerno - eleito a Melhor Cantina/Trattoria por Encontro Gastrô - O Melhor de BH 2017 -, no início dos anos 1990, muitos acharam que o negócio não iria para frente. "O pessoal me chamava de doido por vir para cá", conta Remo. "Mas, como eu moro e fui criado no bairro, sabia do potencial da região."

O chef Robson Viana, do Ephigênia Bistrô:
O chef Robson Viana, do Ephigênia Bistrô: "Além de charmoso, familiar e tradicional, o bairro tem a vantagem de estar fora do eixo gastronômico" (foto: Violeta Andrada/Encontro)
As casas construídas na década de 1950 compõem o visual provinciano do bairro, muitas delas tombadas como Patrimônio Cultural da cidade. É o caso dos bares Oratório, ao lado da igreja de Santa Efigênia dos Militares, e do Brasil 41. "O Santa Efigênia é bem tradicional, com algumas características boêmias. Como a casa fica bem na entrada do bairro, temos a vantagem da visibilidade", diz Léo Ferreira, sócio do Oratório. Muitos dos proprietários citam o acesso fácil, que pode ser feito por algumas das principais avenidas da cidade, como Contorno, Brasil, Francisco Sales e dos Andradas, como um dos atrativos. "É perto de tudo, a localização é perfeita, dá para chegar de qualquer lugar, de outra região ou cidade", afirma Fernando Evangelista, proprietário da casa de shows A Casa de Cultura.

Entre as opções para quem gosta de curtir uma boa música está o Music Hall, que tem capacidade para até 1,3 mil pessoas, em eventos voltados para o rock e MPB. Durante este ano já se apresentaram atrações como Apocalyptica, Ratos de Porão, Dead Fish, 5 a Seco e Malu Magalhães. Ou o Granfino’s, que desde 2010 recebe atrações tão díspares quanto a banda Mais 80, que toca clássicos internacionais da década, e bailes funk com MCs como Nego do Borel. "A característica da casa é não ter característica, por isso não temos um estilo específico, apresentamos de tudo para agradar a gregos e troianos", afirma o proprietário Cleuber Lúcio.

A gerente do centro cultural Nansen Araújo, do Sesiminas, no teatro para 664 pessoas: espaço conta com 11 mil m2 para atividades diversas(foto: Violeta Andrada/Encontro)
A gerente do centro cultural Nansen Araújo, do Sesiminas, no teatro para 664 pessoas: espaço conta com 11 mil m2 para atividades diversas (foto: Violeta Andrada/Encontro)
Mesmo para quem procura algo mais calmo, há luz no fim do túnel. No Teatro Marília, inaugurado em 1964 para ser auditório da Escola de Enfermagem da Cruz Vermelha e tombado em 1991 pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município, a programação é voltada para apresentação de trupes mineiras e festivais com grupos de outros estados. Atualmente com capacidade para 256 pessoas, ele é administrado pela prefeitura por meio da Fundação Municipal de Cultura. Já o Sesiminas - Centro Cultural Nansen Araújo abriga em seus 11 mil m2 diversas atividades artísticas e culturais, como o Teatro Sesiminas, com capacidade para 664 pessoas. O teatro recebe semanalmente diferentes espetáculos, além de ser a sede do coral, orquestra de câmara, companhia de dança e companhia de dança mantidos pelo Sesi. Há ainda uma galeria de artes, centro de memória da indústria mineira, biblioteca e salas apropriadas para cursos, oficinas e workshops. "Ter essa estrutura no bairro Santa Efigênia é extremamente propício. Aqui é muito bem localizado, com acesso fácil a metrô, ônibus e carro. O histórico cultural do bairro e dos moradores também ajudou muito", diz Karla Bittar Silveira, gerente do centro cultural. Passam por lá cerca de 5 mil pessoas por mês.

Ponto de encontro

A Praça Floriano Peixoto, um dos locais mais famosos do Santa Efigênia(foto: Violeta Andrada/Encontro)
A Praça Floriano Peixoto, um dos locais mais famosos do Santa Efigênia (foto: Violeta Andrada/Encontro)
Considerada uma das mais belas áreas verdes de Belo Horizonte, a praça Floriano Peixoto estava prevista no plano de Aarão Reis para a Nova Capital de Minas Gerais em 1894. Cem anos depois, foi tombada como Patrimônio Histórico e Cultural de Belo Horizonte. Calculada para ser um ambiente público que funcionaria como um pequeno parque, nos primórdios era chamada de Praça Belo Horizonte. Em 1930, recebeu o nome atual como homenagem aos 30 anos de morte do ex-presidente Marechal Floriano Peixoto. Com o passar dos anos, o espaço ficou degradado, tomado por moradores de rua. Mas em 2010 a Unimed assumiu o espaço por meio do programa Adote o Verde, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, e promoveu obras de revitalização da praça. O investimento chegou a 2,2 milhões de reais. O projeto manteve as características originais de paisagismo. A calçada que contorna a praça foi estendida e passou a ter 5 metros de largura, além da implantação do piso anti-impacto na área infantil juntamente com brinquedos.

A moradora Brisa de Assis:
A moradora Brisa de Assis: "Sempre que posso venho até a praça com um livro, sento, aproveito a natureza e a calma do lugar" (foto: Violeta Andrada/Encontro)
"A praça se tornou a vida do Santa Efigênia, porque as áreas de circulação e vivência estão cada vez mais restritas", diz Brisa de Assis, formada em educação física. "Sempre que posso venho aqui com um livro, sento, aproveito a natureza e a calma do lugar." É comum também ver moradores passeando com cachorros. A área de lazer infantil é outro dos atrativos da praça. Diariamente, dezenas de crianças aproveitam dos brinquedos na companhia dos pais e avós. É o caso do servidor público federal Elcio Campos Aragão, de 45 anos, que usa os momentos de folga para passear com a filha Gabriela, de 2 anos. "Nós moramos em apartamento, e lá não temos nenhum tipo de espaço de lazer externo, nem mesmo jardim, e ela gosta muito de brincar na grama", conta. "Precisamos de mais áreas verdes como essas, para que possamos lembrar e também ensinar aos nossos filhos a importância da natureza e do cuidado com ela."

Os endereços da curtição: algumas opções para se divertir sem sair do bairro

Restaurantes

Ephigênia Bistrô
R. Grão-Pará, 20, Santa Efigênia, (31) 2535-3065

Manjericão
Av. Pasteur, 116, Santa Efigênia, (31) 3789-3163

Osteria Casa Matiazzi
R. Soledade, 26, Santa Efigênia, (31) 3481-1658

Paracone
Av. Brasil, 920, Funcionários, (31) 3465-8100

Província di Salerno
R. Maranhão, 18, Santa Efigênia, (31) 3241-2205

Villa Floriano Pizzaria
Av. do Contorno, 3.277, Santa Efigênia, (31) 2510-7955

Villa Gaia Restaurante
R. Padre Rolim, 691, Santa Efigênia, (31) 3653-9997

Bares

Bar do Português
R. Frutal, 455, Santa Efigênia, (31) 3482-3040

Brasil 41
Av. Brasil, 41, Santa Efigênia, (31) 3241-4341

Oratório Bar
Av. Brasil, 161, Santa Efigênia, (31) 3241-7112

Chopp da Fábrica
Av. do Contorno, 2.736, Santa Efigênia, (31) 3241-1766

Teatros

Teatro Marília
Av. Prof. Alfredo Balena, 586, Santa Efigênia, (31) 3277-4697

Teatro Sesiminas
R. Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, (31) 3241-7181

Casas de Shows

A Casa
R. Padre Marinho, 30, Santa Efigênia, (31) 99753-2979

Granfino's
Av. Brasil, 326, Sana Efigênia, (31) 3241-1482

Music Hall
Av. do Contorno, 3239, Santa Efigênia

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade