Publicidade

Estado de Minas ESPECIAL GASTRONOMIA - HERÓIS DA RESISTÊNCIA

Encontro Gastrô 2020 - Conheça os homenageados na categoria Hamburgueria


postado em 03/01/2021 00:52 / atualizado em 06/01/2021 14:19

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
Nessa edição especial de Encontro Gastrô - O melhor de BH contamos como os estabelecimentos da capital enfrentaram a maior crise já enfrentada pelo setor. Em meio à tempestade que tomou conta do mundo diante do novo coronavírus, todos que sobreviveram à pandemia são vencedores e merecem nossos aplausos.

Confira os homenageados na categoria Hamburgueria:


Madero

O empresário Junior Durski: 200 pontos de venda espalhados pelo país, entre unidades do Jeronimo, Restaurante Durski e da hamburgueria que foi escolhida no ano passado a melhor de BH(foto: Bruno Covello/Divulgação)
O empresário Junior Durski: 200 pontos de venda espalhados pelo país, entre unidades do Jeronimo, Restaurante Durski e da hamburgueria que foi escolhida no ano passado a melhor de BH (foto: Bruno Covello/Divulgação)
Inaugurada em 2005, a rede de lojas do Grupo Madero não parou de crescer, nem mesmo na pandemia. Em setembro, a marca atingiu o número de 200 pontos de venda espalhados pelo país, entre unidades do Jeronimo, Restaurante Durski e da hamburgueria que começou toda a história. A rede chegou à Belo Horizonte em 2016, quando foi inaugurada a unidade do BH Shopping e, desde então, vem trilhando um caminho de sucesso. No ano seguinte, levou o prêmio de novidade do ano da Encontro Gastrô. Em 2018 e 2019 levou para casa o primeiro lugar na categoria de melhor hamburgueria. Hoje, o Madero conta com 5 unidades espalhadas pela capital mineira, além de um Jeronimo no BH Shopping.

O segredo por trás de todo o sucesso está no alto padrão de qualidade que a casa adota com os seus produtos. A maior parte dos insumos utilizados pela rede são fabricados na cozinha central, localizada no Paraná. Os pães e hambúrgueres, dois dos principais atrativos que conquistaram a clientela do Madero, são produzidos em máquinas importadas da França e da Alemanha, respectivamente. As verduras utilizadas no sanduíche também são de produção própria, orgânicas e sem agrotóxicos. Já a maionese do Madero segue a receita criada pela avó de Junior Durski.

Combine os ingredientes, coloque o hambúrguer de 180 gramas na grelha a gás e o pão para assar na hora, e você terá o cheeseburger do Madero, campeão de vendas da hamburgueria. Em 2018, a unidade do BH Shopping chegou a vender 30 mil unidades do sanduíche por mês. Está na cara quem é o queridinho da clientela. O carro-chefe da casa não fez feio durante a pandemia e ajudou a alavancar o delivery, fazendo com que as entregas do Madero saltassem de 3% do total de vendas em 2019 para 42% do total neste ano.

Mas nem só de pão vive o homem. O cardápio do Madero conta com várias outras opções de pratos e entradas variadas. Existem desde as receitas mais fit, como o palmito de pupunha assado, a outras para quem procura por uma refeição sem se preocupar muito com as calorias, como os nachos calientes e o schnitzel, feito com fatias de lombo empanadas com farinha de pão e fritas à milanesa.

BR-356 nº 3.049, Belvedere (BH Shopping)
(31) 2536-6468
E mais quatro endereços na cidade

Eddie Fine Burgers

Renata Rossi, na casa de Lourdes:
Renata Rossi, na casa de Lourdes: "Lá no começo, a gente mostrou que nem todo hambúrguer era fast food. Agora, queremos mostrar que a culinária americana não é só hambúrguer" (foto: Ronaldo Dolabella/Encontro)
Referência quando o assunto é hambúrguer artesanal, o Eddie Fine Burgers mudou a maneira como o belo-horizontino encara o sanduíche. Aberta em 2002, a casa foi a primeira da cidade a tomar as rédeas na produção dos seus principais insumos, fabricando o próprio pão, hambúrguer e sorvete, para quem quisesse uma sobremesa especial ou um milkshake. No começo, as proprietárias tiveram algumas dificuldades para explicar aos clientes que a hamburgueria não era um fast food e que o sanduíche não ficaria pronto em cinco minutos. Mas, com o tempo, a qualidade dos produtos falou mais alto e o obstáculo foi eliminado.

No ano passado, a rede passou por uma pequena remodelação. "Nós já queríamos atualizar a proposta do Eddie há um tempo. Foi algo que fizemos com todo o cuidado, pois temos muitos clientes que, se dependesse deles, não mexeríamos nunca em nada", conta Renata Rossi, uma das proprietárias. Para agradar novidadeiros e tradicionalistas, a hamburgueria decidiu fazer algumas mudanças na casa do Lourdes, enquanto mantinha a pegada das lanchonetes dos anos 1950 nas outras unidades. "Lá no começo, a gente mostrou que nem todo hambúrguer era fast food. Agora, queremos mostrar que a culinária americana não é só hambúrguer." Entre as inovações do cardápio estão alguns clássicos das cozinhas dos Estados Unidos, como sanduíche de pastrami, fish and chips e pulled pork.

As novas receitas logo caíram no gosto da clientela. A rede estava se preparando para levar a nova experiência para a unidade do Vila da Serra quando a pandemia chegou. "Não demos um passo para trás, mas fomos forçados a pisar o pé no freio nessa transferência", diz Renata. Para o delivery, a hamburgueria preferiu trabalhar com o seu cardápio tradicional, enquanto estudava como - e quando - seria a reabertura das hamburguerias de Nova Lima e Belo Horizonte. O prêmio de campeão de vendas ficou com o Eddie, sanduíche clássico da casa que leva cheddar, bacon, cebola caramelizada, alface e molho barbecue.

Agora já reaberto ao público, o Eddie voltou com o seu cardápio de novidades. Quem quiser se aventurar além dos hambúrgueres, uma boa pedida é chegar um pouco mais cedo na unidade de Lourdes para conhecer as opções de brunch. Para os maiores de idade, a casa conta com um open bar de mimosa (R$ 42), drinque refrescante feito com champanhe e suco de laranja.

Rua da Bahia 2652, Lourdes
(31) 3282-4606
E mais quatro endereços na cidade

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade