Publicidade

Estado de Minas BEM ESTAR

Saiba verdades e mitos sobre o suco de aipo

A receita queridinha de celebridades tem benefícios e pode até contribuir para emagrecimento, mas é preciso desconfiar de modismos


postado em 17/04/2019 10:38 / atualizado em 17/04/2019 11:27

Suco de aipo: vegetal pode contribuir para o aumento da massa muscular e ajudar a equilibrar a pressão sanguínea e o nível de açúcar no sangue(foto: Pixabay)
Suco de aipo: vegetal pode contribuir para o aumento da massa muscular e ajudar a equilibrar a pressão sanguínea e o nível de açúcar no sangue (foto: Pixabay)
Celebridades e ícones do bem estar, como a atriz Gwyneth Paltrow, incorporaram na rotina e têm bradado aos quatro ventos (pela internet) os benefícios do suco de aipo, em jejum, diariamente, pela manhã. O ritual já até virou movimento no Instagram, com a hashtag #celeryjuice. É praticamente a nova água com limão em termos de tendência e benefícios supostamente associados. 

No caso do suco, os adeptos dizem que ele pode trazer melhorias à pele, ao processo digestivo, pode diminuir inchaço, trazer mais energia, reduzir inflamação, promover emagrecimento, entre outras vantagens. Mas como todo modismo, a propaganda é quase milagrosa, e o alimento em si, não afinal, nenhum alimento sozinho faz milagres.
 
 
Segundo a nutricionista Nina Caselato, o aipo é realmente um vegetal com boas propriedades. "Ele pode contribuir para o aumento da massa muscular, pode ajudar a equilibrar a pressão sanguínea e o nível de açúcar no sangue", afirma. E acrescenta que, se consumido em jejum, pode melhorar a digestão ao longo do dia. No entanto, lembra que não existe um vegetal melhor que o outro — isso depende da quantidade, da frequência, da pessoa. "Ele é um ótimo alimento, mas não substitui outros que precisamos ter na alimentação", explica. 

Outra polêmica é sobre o consumo em forma de suco ou in natura. Cada formato tem suas vantagens, sendo que, no consumo do vegetal sem ser triturado ou batido há mais aporte de fibras, que também são vantajosas para o corpo. Ao se fazer um suco, é possível comer em maior quantidade, caso se deseje. Isso porque o aipo não é um alimento muito calórico (100g têm 19 kcal). Outra opção é misturar, no suco, com uma variedade de ingredientes, apesar de isso não ser a prática padrão dos adeptos (que tomam o aipo puro, batido e coado, ou feito na centrífuga). A nutricionista alerta: "Está mesmo um modismo com o suco de aipo. É preciso lembrar que ele não é insubstituível e, sozinho, não faz verão. Tem que estar combinado com uma alimentação equilibrada", diz. E ressalta a importância de se ter acompanhamento especializado para alterações nas escolhas alimentares. 

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade