Omeprazol, se usado por muito tempo, pode causar câncer de estômago

A associação entre o remédio e o surgimento do tumor faz parte de uma pesquisa recente

por Marcelo Fraga 06/11/2017 08:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Um dos medicamentos mais famosos para o tratamento de azia, refluxo e dores no estômago, o omeprazol, pode até ser eficiente para eliminar estes problemas estomacais, mas, por outro lado, está associado ao surgimento de outra doença bem mais grave: o câncer de estômago. Isso é o que descobriram, recentemente, pesquisadores das universidades de Hong Kong, na China, e da College London, na Inglaterra.

O estudo conjunto concluiu que o uso do omeprazol e outras substâncias da mesma classe – conhecida como IBP –, como pantoprazol e iansoprazol, podem aumentar significativamente o risco de desenvolvimento do tumor.

A pesquisa, que foi publicada na terça-feira, dia 31 de outubro, no jornal científico britânico Gut, concluiu que a probabilidade de uma pessoa desenvolver câncer de estômago aumenta cinco vezes após um ano de uso contínuo de medicamentos IBP. Se o tempo de uso deste tipo de substância for elevado para três anos ou mais, o risco é oito vezes maior.

A pesquisa foi realizada entre os anos de 2003 e 2012, com 63 mil voluntários adultos, dos quais 3271 tomaram medicamentos como o omeprazol. Destes, 153 desenvolveram câncer no estômago e inflamação estomacal em longo prazo – considerando o uso contínuo da substância.

Últimas notícias

Comentários